Há 70 anos, o racismo que persiste na figura de goleiro

Após a Copa do Mundo de 1950, só existiram dois goleiros negros titulares da Seleção Brasileira em Mundiais: Manga, em 1966 e Dida em 2006 O dia 16 de julho de 1950, há exatos 70 anos, acontecia no Maracanã a final da Copa do Mundo entre Brasil e Uruguai. Jogo este que ficou marcado na história do futebol brasileiro, por conta da derrota inesperada da … Continuar lendo Há 70 anos, o racismo que persiste na figura de goleiro