4%: As mulheres assumem o protagonismo nessa Olimpíada e a VIVO ajuda a divulgar #JogueComElas

Como já anunciamos aqui, no Rainhas do Drible, a Vivo criou um projeto inédito que tem como o objetivo causar uma reflexão sobre o pouco espaço das mulheres no esporte e também ao mesmo tempo, inspirar uma nova geração de atletas

O projeto, que foi batizado de “4%”, foi desenvolvido para esse período da Olimpíada de Tóquio com um bot no Twitter (@4porcento_bot) que, quando marcado por um usuário ao ver tuítes sobre o universo esportivo masculino, responderá à publicação com uma sugestão de matéria sobre o esporte feminino produzida por creators e perfis especializados.

Sabemos que o esporte não é muito, ou quase nada, valorizado no Brasil, o feminino então? Sem comentários. Por esse motivo a Vivo criou esse projeto, para aumentar a visibilidade, dando assim mais oportunidades para elas com a hashtag #JogueComElas.

A campanha tem sido um sucesso total, ainda mais com elas em cena.

Se nas últimas edições dos Jogos Olímpicos o protagonismo do evento ficou com dois homens, Michael Phelps e Usain Bolt, desta vez o bastão deve ir para duas mulheres: Katie Ledecky, da natação, e Simone Biles, da ginástica artística. Ambas devem ampliar suas coleções de medalhas olímpicas e sair de Tóquio como as maiores atletas da Olimpíada. Além disso, a tenista japonesa Naomi Osaka é a maior estrela da delegação dos anfitriões dos Jogos. Essa troca de reinado se dá em um momento favorável às mulheres no esporte.

Já no Brasil, elas também repercutiram muito, batendo mais um recorde inédito com o maior número de atletas brasileiras da história. Rayssa Leal, de apenas 13 anos, conquistou o país e uma medalha inédita de prata para o recém chegado skate, Rebeca Andrade emocionou e encantou com a apresentação impecável ao som de “Baile de Favela” e se tornou a primeira medalhista olímpica da ginástica feminina do Brasil, e também a nossa judoca Mayra Aguiar, que fez história e conquistou sua terceira medalha olímpica na carreira. Não esquecendo também das outras esportistas que lutaram por nosso país, não levaram a medalha, mas deixaram muita, mas muita, admiração. Vamos acreditar e fazer acontecer, apoiar nossas mulheres sempre.

Temos muito chão pela frente, temos a nossa seleção feminina e a sua torcida é fundamental. Eu nunca vi, nem em Copa do Mundo, o povo brasileiro tão unido. É lindo. Torcendo por todas, todos e todes. É esse o espírito que o esporte traz. Motivação. Alegria. União.

Essa Olimpíada de Tóquio, sem dúvidas, será o divisor de águas que faltava, principalmente para o esporte brasileiro e para o esporte feminino brasileiro. Vamos à luta, Brasil!

Foto de destaque: Reprodução/Instagram Rayssa Leal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s