Campeonato Italiano proibirá uniformes verdes a partir de 2022/23

O regulamento também prevê que clubes diferentes não possam usar listras da mesma cor no mesmo jogo, o que já interfere diretamente no clássico de Milão

Quando a gente pensa que já viu de tudo no futebol, vem alguém provar que estamos errados. O Campeonato Italiano de Futebol divulgou nesta quinta-feira (15) que não permitirá uniformes verdes para jogadores de linha a partir da temporada 2022/23. A nova regra visa interesses da televisão.

Os principais objetivos com a nova regra são garantir que os uniformes contrastem com o gramado do campo, facilitando a visualização e identificação dos jogadores pelos espectadores, e não causar distorção em displays gráficos. O Sassuolo é o único time presente na Serie A com o primeiro uniforme predominantemente verde, mas outros times como Lazio e Atalanta também utilizaram a cor em uniformes alternativos.

Outra regra do novo regulamento é que sempre haverá um time com cor clara e outro com cor escura predominante. No caso de uniformes com listras, as cores devem ser totalmente diferentes. Isso afeta diretamente um dos maiores clássicos italianos e um dos maiores do mundo entre Milan e Inter de Milão, já que a camisa principal dos dois tem listras pretas. A partir da temporada 2022/23, um dos dois times terá que jogar com a segunda camisa.

Confira agora, na íntegra, o regulamento alterado:

Regulamento da Serie A

1 – Cada clube deve ter um primeiro uniforme de jogo, com cores oficiais próprias, que deve utilizar em jogos em casa e fora, nos quais não haja confusão de cores com o time adversário, e um segundo uniforme e em contraste com o anterior. A título de exemplo, os uniformes de jogo que não geram confusão de cores se usados ​​por duas equipes adversárias são considerados consideravelmente diferentes e contrastantes entre si.

Se um uniforme for muito escuro, o outro deve ser predominantemente claro, ou se a camisa for circulada, com faixas, xadrez, a outra não deve conter nenhuma das cores presentes no primeiro, exceto como referência. As equipes devem ter pelo menos os uniformes de goleiro claramente contrastantes entre si e em contraste com os uniformes dos jogadores em movimento. A partir da temporada 2022/23 é proibido o uso de uniformes verdes para jogadores.

2 – Se forem utilizadas mais de três cores, uma deve ser claramente dominante na superfície da camisa, shorts e meias e as demais cores devem ser claramente secundárias. Quanto às meias, mesmo que as cores utilizadas sejam apenas duas, uma delas deve ser claramente dominante na superfície das meias e a segunda aparecer como uma cor inequivocamente secundária.

3 – A cor principal deve ser substancialmente equivalente na frente e nas costas de cada elemento dos uniformes de jogo (camisas, shorts e meias), as cores utilizadas para camisas circuladas, faixas, listradas ou xadrez devem ser claramente visíveis tanto na frente quanto nas costas da camisa.

4 – Ambas as mangas das camisas devem ser idênticas na cor e grafismo, exceto no caso de camisas circulares, faixas, listradas ou xadrez onde cada uma pode reproduzir uma das duas cores principais.”

Foto em destaque: Divulgação/Serie A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s