Roberto Mancini elogia Seleção Espanhola e afasta otimismo antes de semifinal

Seleções se enfrentam, logo mais, às 16h, no Wembley, em Londres 

Podemos chamar de mais um reencontro ou de mais um jogão nesta edição da Euro 2020, mas a verdade é que Itália x Espanha é um clássico. A Azzurra está protagonizando uma das grandes campanhas da edição e a La Roja, apesar de um começo tímido, se destacou nessa etapa final.

Na edição de 2012, o Estádio de Kiev foi protagonista da goleada que a Itália sofreu pela Espanha de Vicente Del Bosque. Com gols de David Silva, Alba, Fernando Torres e Juan Mata, a Fúria goleou por 4×0 e venceu a competição daquele ano. 

Na edição de 2016, foi a vez do Stade de France receber as duas seleções nas oitavas de final. A Itália venceu por 2×0 com gols Chiellini e Pellè. À época, Antônio Conte, que comandava a Seleção Italiana, elogiou a Azzurra e citou Barcelona e Atlético de Madrid.

Tem algo extraordinário neles (jogadores). Disse isso antes do jogo. Agora precisamos nos recuperar, porque temos outro jogo realmente muito duro. Jogar contra a Alemanha será muito difícil. A Itália é meio Barcelona, meio Atlético de Madri. Essa é a nossa mistura. Vamos nos recuperar e nos preparar para essa partida ainda mais difícil”, declarou o técnico após a vitória.

E agora, sob o comando de Roberto Mancini, a Itália convence e deixa crescer a confiança do torcedor, desde a fase de grupos, de que a seleção chegará à final no próximo dia 11. Quando questionado por um jornalista sobre essa confiança, Mancini se manteve pé no chão e que espera que o jornalista esteja razão sobre a final.

Sabemos que não será tão fácil, que temos que fazer um bom jogo, porque a Espanha é um grande rival. Estamos na semifinal da Eurocopa e é muito pouco provável que se enfrente uma equipe de pouca qualidade”.

O treinador também pontuou diferenças entre o confronto de logo mais e contra a Bélgica. “Vai ser um jogo difícil como foi com a Bélgica. Mas a Espanha é diferente da Bélgica, por isso precisa ser preparada de forma diferente. Eles têm sido uma equipe extraordinária há anos, mesmo que tenham passado por uma mudança de geração. São jogadores muito bons, com um bom treinador. Luis Enrique é um treinador muito bom, e não porque ganhou a Champions League. Mas porque seus times jogam bem futebol, isso é crucial. É algo que demonstra a habilidade de um técnico.”, declarou. 

Além disso, o treinador defendeu o jogador Ciro Immobile, atacante da Lazio, que vem sofrendo críticas de torcedores e dos veículos esportivos italianos. “O Ciro continua com a Chuteira de Ouro, se não me engano. Ele está entre os que mais marcaram nos últimos anos. Em uma Eurocopa ou Copa do Mundo, muitas vezes acontece que o mais criticado é quem resolve a partida ou o torneio. Estamos bastante calmos nesse sentido.”.

E para o zagueiro Leonardo Bonnucci, não há favoritos no duelo e destacou que a Espanha tem mostrado “muita força mental” nesta Eurocopa. 

“A Espanha está melhorando muito neste torneio e temos que estar muito atentos quando não temos a bola. Teremos que jogar com muita paixão”.

Foto de destaque: Isabella Bonotto/AFP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s