CBF anuncia o apoio da Neoenergia, primeira patrocinadora exclusiva das Seleções Brasileiras femininas

Além de patrocinar as Seleções, a companhia irá apoiar o Brasileirão feminino

Na última terça-feira (01), o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, e o CEO da Neoenergia, Mario Ruiz-Tagle, anunciaram o apoio da empresa às Seleções Brasileiras femininas e ao Campeonato Brasileiro feminino. Essa parceria entre Neoenergia e a CBF irá até o ano de 2024. A companhia é a primeira patrocinadora exclusiva das Seleções femininas do Brasil.

A marca Neoenergia, que apoiará a Seleção Brasileira feminina adulta e de base, deverá estampar os uniformes de treino das equipes e será ativa nas ações promocionais e nas redes sociais. Quanto à competição nacional, a companhia estará presente nas placas de publicidades no entorno do gramado de cada partida e irá promover ações nas redes sociais do campeonato.

Vale salientar que, durante o período de contrato entre a Neoenergia e a CBF, as Seleções disputarão importantes competições, como os Jogos Olímpicos de Tóquio, a Copa América feminina 2022, os Campeonatos Sul-Americanos de base, a Copa do Mundo feminina 2023 e os Jogos Olímpicos de Paris 2024.

A companhia, que é a primeira patrocinadora exclusiva das Seleções Brasileiras femininas, compõe o Grupo Iberdrola, grande incentivador da prática esportiva feminina. Atualmente, a Neoenergia é uma das principais empresas do setor elétrico brasileiro.

A importância do patrocínio

A Guaraná Antártica é considerada uma das principais empresas apoiadoras do futebol feminino brasileiro. Em outubro de 2020, por exemplo, o patrocinador da Seleção masculina e feminina lançou a campanha #ApoieOFutFeminino. Nessa ação, milhões de latas de refrigerante foram disponibilizadas para que marcas de todo o Brasil estampassem suas logos em troca de investimento para o futebol feminino de base.

O intuito da campanha era incentivar o apoio de mais marcas à categoria. As marcas Vivo, Puma, Lays, Halls, GOL, ESPN, Consul, Burguer King, BMG e Avon participaram como apoiadoras. Além de trazer mais visibilidade, ações como essa proporcionam o estímulo da prática futebolística feminina e o seu crescimento.

Porém, apesar do auxílio, o futebol feminino brasileiro, antes da Neoenergia, não havia sido patrocinado por nenhuma empresa de modo exclusivo. Como foi dito pela técnica Pia Sundhage durante o anúncio do mais novo patrocínio, a importância de tal apoio vai além do necessário fator financeiro.

É totalmente relevante que se tenha atitude e vontade. É importante que a categoria seja compreendida e respeitada, em suas particularidades. Uma das vantagens de um patrocinador exclusivo é a atenção centralizada. O esperado é que os “olhos” da marca estejam voltados para a categoria.

Diversas melhorias, envolvendo a valorização das atletas, a qualidade das competições, premiações e transmissões, por exemplo, deveriam ser vistas, porém, infelizmente, não se muda todas as consequências de anos de atraso e desvalorização somente em três anos e por meio de um patrocínio exclusivo. Futuramente, talvez, mais empresas podem se juntar à Neoenergia. O caminho é animador, mas é preciso mais.

Foto de destaque: Thais Magalhães/CBF

Um comentário sobre “CBF anuncia o apoio da Neoenergia, primeira patrocinadora exclusiva das Seleções Brasileiras femininas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s