Em crise, Botafogo encerra as atividades da categoria sub-18 do futebol feminino

Além da interrupção das atividades, cerca de 90 funcionários do clube carioca foram desligados

Segundo informações do ‘GE’ e do ‘Lance’, na última terça-feira (04), o Botafogo realizou cortes financeiros dentro do clube. Em meio a tal redução, a categoria sub-18 do futebol feminino do time carioca acabou tendo suas atividades encerradas. Além disso, o Alvinegro teria demitido cerca de 90 funcionários. A situação é preocupante e futuramente pode até afetar a equipe profissional.

A crise financeira enfrentada pelo Botafogo acabou alcançando a equipe feminina. Até o momento, o time profissional de futebol feminino será mantido, porém a equipe sub-18 não foi poupada do corte de gastos. De acordo com as matérias divulgadas pelos dois portais, as jogadoras da categoria de base continuaram treinando, mas sem nenhum apoio e assistência do clube carioca.

No Rainhas do Drible, já houveram diversas matérias reforçando o apoio às categorias de base do futebol feminino. Quando a base é valorizada, o futebol feminino profissional também é, um é o futuro do outro. Ademais, a base é um período de amadurecimento para as jogadoras. Em situações como a do Botafogo, em que o clube enfrenta uma grave crise financeira, o corte de gastos acaba sendo uma alternativa a ser adotada.

Infelizmente, é muito comum que a prática feminina seja um dos principais alvos em tal redução, com a justificativa de que a categoria não dá retorno financeiro e nem lucro para os cofres do clube, porém basta raciocinar para compreender que sem o investimento adequado e o exercício da paciência, já que se trata de um projeto que demanda tempo, não é possível a existência de um bom retorno financeiro para o clube. É um ciclo.

Enquanto a categoria passar por interrupções e continuar a ser afetada pelas falhas que nada tem a ver com o futebol feminino, a mesma não poderá ser desenvolvida e nem continuar a crescer. É preciso cuidar da prática feminina de modo singular, a categoria tem muita capacidade de caminhar com as próprias pernas.

O Botafogo enfrenta uma crise financeira, dificultada pelo rebaixamento do time masculino para a Série B do Campeonato Brasileiro, em 2020. Já as Gloriosas, atualmente, estão disputando a Série A1 do Brasileirão feminino e conquistaram o último Campeonato Carioca. É nítido que o futebol feminino do clube passa por um processo de crescimento e, em um momento de potencializar a categoria, o apoio à base foi encerrado.

Disputando a segunda divisão, o Botafogo deixa de ter a obrigatoriedade de manter o futebol feminino. Até o momento, o time profissional das Gloriosas será mantido, porém, de acordo com o ‘GE’, caso a equipe masculina não alcance o acesso, a categoria também poderá ser encerrada. Em nota ao portal, o clube carioca informou que, para possibilitar o retorno das atividades, será anunciada uma espécie de busca por parceiros, em breve.

Foto de destaque: Vitor Silva/Botafogo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s