Jornal português classifica Cebolinha como ‘rebelde que Jesus está moldando taticamente’

O jogador brasileiro divide opiniões na Europa e Jorge Jesus pede paciência

Ao que tudo indica, Éverton Cebolinha, ex-jogador do Grêmio, está sendo cobrado pelos torcedores do Benfica e também pela mídia portuguesa. Isso porque na última segunda-feira (03), o atleta, que iniciou sua carreira nas categorias de base do Fortaleza, foi classificado como “rebelde” em manchete do jornal português ‘A Bola’.

A atuação do atacante vem dividindo opiniões na Europa. De acordo com o jornal desportivo, Cebolinha ainda “não conseguiu de águia ao peito o mesmo estatuto que obteve ao serviço do Grêmio”. Ou seja, ainda não chegou aos patamares que apresentava no Tricolor gaúcho. 

No clube do Rio Grande do Sul, em 274 partidas, Éverton marcou 69 vezes. Seu desempenho em território nacional fez com que muitos jogadores brasileiros temessem enfrentar sua individual rapidez no Brasileirão, por exemplo.

E foi esse futebol que o brasileiro mostrou no último jogo do Benfica, contra o Tondela, pelo Campeonato Português. Pela 30ª rodada, Cebolinha foi autor de um golaço na partida e deu assistência a Pizzi para consagrar a vitória, por 2 a 0, do time de Jorge Jesus. 

Apesar disso, aos olhos dos torcedores do clube em que Éverton atua, sua performance ainda não é suficiente para dar o devido auxílio que o jogador costumava protagonizar no Grêmio. Segundo o jornal ‘A Bola’, a desconfiança por partes dos fãs do Benfica ainda é uma pauta considerável e muito debatida.

Sete gols e dez assistências em 43 jogos não são ainda números suficientemente fortes para convencer os torcedores da águia”, afirmou o portal em matéria publicada.

Para Jorge Jesus, ex-técnico do Clube de Regatas do Flamengo, é preciso te paciência com as dificuldades de adaptação que Cebolinha tem sentido na Europa. O técnico explica que as diferenças táticas entre o futebol brasileiro e o português têm sido um fator relevante para tal processo. 

O gol que ele marcou (em Tondela), ele fazia muitos idênticos no Brasil. O Éverton não é só um jogador que dá assistências. No Brasil, ele fazia 18 a 20 gols por temporada. Está habituado a fazer gols. Ele é um jogador um pouco introvertido. Pouco a pouco, está se soltando. Creio que vai fazer uma reta final de campeonato no nível dele”, disse o comandante em entrevista coletiva. 

Na matéria publicada pelo jornal, é possível ver ainda as diferentes reações da torcida diante da adaptação de Éverton. ”Vender o mais rápido possível. Tanto dinheiro tão mal gasto”, afirmou um torcedor. 

Resta aos admiradores brasileiros esperar para que os desejos de Jorge Jesus sejam atendidos não só por ele, mas pela torcida e mídia de Portugal.

Foto de destaque: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s