Santos Futebol Clube: Berço de craques

A Vila Belmiro foi palco mais uma vez da quebra de recordes dos Meninos da Vila

Não é segredo para ninguém que o Santos é um dos maiores clubes criadores de jogadores, se não o maior. Desde 1912, jogadores de todas as posições, que realizam as mais diversas funções dentro de campo, são apresentados ao futebol brasileiro, e não, não qualquer jogador, mas, jogadores acima da média. Muito acima.

Campeonato nacional e internacional foram ganhados com pelo menos 3 ou 4 jogadores da base santista, e essa cultura nunca acaba. A cada ano, o Alvinegro mostra que o talento vem de berço e passa de Menino da Vila para Menino Da Vila.

Nesta terça-feira (9) não foi diferente, os garotos mostraram mais uma vez a essência do clube. O time da casa venceu o Deportivo Lara, que é um clube novo no futebol, tendo em vista que foi criado em 2009, pelo placar de 2×1, e ambos os gols foram marcados pelas jóias alvinegras.

O primeiro gol do Santos, foi marcado pelo Vinicius Balieiro numa jogada espetacular do menino Sandry, e o segundo, também com jogada muito bem ensaiada, dessa vez, em cobrança de escanteio de Jean Mota, para Kayky completar para dentro do gol.

Meninos da Vila comemoram após virada do Santos/ Lucas Musseti

Com isso, os jovens santistas mais uma vez entram para a história do futebol brasileiro e mundial, desde a sua primeira edição da Libertadores (1960), até a mais recente (2021). Ao todo, são cinco jovens na lista de jogadores mais novos a marcarem gol na competição. Sendo eles em ordem: Kayky Melo com 17 anos (1 mês e 25 dias), Rodrygo com 17 anos (2 meses e 6 dias), Linconl com 17 anos (4 meses e 9 dias), Ronaldo com 17 anos (5 meses e 15 dias) e Marcos Leonardo 17 anos (5 meses e 18 dias), sendo que respectivamente, os clubes reveladores são: Santos, Santos, Grêmio, Cruzeiro e Santos.

Afinal, o que todos esses meninos tem em comum? A resposta é simples: todos são frutos de um trabalho que é feito há anos dentro do Santos Futebol Clube. A essência que nunca será perdida.

E quando dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, as pessoas se esquecem que a Vila Belmiro existe. Não tem jeito, a água da baixada é diferente.

Foto de destaque: Santos F.C/Lucas Musseti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s