Agora é com elas: Entrevista Gabi Gutierrez – Uma ‘payxão’ de pai para filha

Em entrevista para o Rainhas do Drible, a paraense contou sobre a paixão pelo futebol, pelo Paysandu, a visão que ela tem hoje sobre o esporte e também sobre preconceito

É bastante comum os filhos seguirem os mesmos times dos pais e quando tem rivalidade, tem várias histórias para contar. A colunista que escreve essa entrevista presencia esse amor por futebol e pelo clube igual ao seu pai. Já chorou, já riu, comemorou, sofreu. Quem nunca? O futebol, no final das contas, nos proporciona várias histórias em cada 90 minutos de jogo dos nossos times.

A estudante Gabi Gutierrez vivencia o amor pelo clube azul celeste desde pequena, através do seu pai.

“Sou bicolor desde que nasci. Meu pai é torcedor fiel e sempre me incentivou muito a ir ao estádio, torcer e a gostar do futebol, de maneira geral. Então, cresci indo ao estádio, vendo a paixão do meu pai e me deixando cativar por esse sentimento louco”

E sobre incentivo, sabemos que muitas vezes ir ao estádio ou o simples fato de assistir a uma partida nos gera desconforto por piadas, comentários ou piadas em tom preconceituoso. Gabi contou que já foi questionada sobre o seu conhecimento pelo esporte e também já presenciou situações desconfortáveis.

“Para nós, mulheres, é complicado gostar de futebol. Sempre tem alguém querendo que a gente prove que entende de futebol e já passei por isso diversas vezes. Além disso, existe o assédio, que infelizmente ainda é muito presente nos estádios. Já presenciei várias situações desconfortáveis de homens fazendo comentários desrespeitosos com teor sexual, piadinhas de duplo sentido”.

E os conhecimentos sobre o assunto passaram também para o lado profissional. Gabi, além de torcedora, é estudante de jornalismo e participa, hoje, da equipe da Papão TV.

“Eu sou estudante de jornalismo, cursando o terceiro semestre, e desde o comecinho do curso eu sempre dizia que, pelo menos alguma vez, gostaria de trabalhar com o esporte. E dentro da faculdade, pude conhecer pessoas que sabiam dessa minha vontade, que acreditaram no meu potencial e ao surgir uma oportunidade, fui indicada pra participar da Papão TV.”

Pela futura profissional, é comum analisarmos com mais detalhe cada jogo, mesmo que a partida seja do nosso time do coração (e é capaz de sermos ainda mais rigorosos, se for o caso). Questionada se ela vê diferença no futebol masculino hoje, como jornalista, diferente de quando era somente torcedora, Gabi acredita que não e acrescenta: que na verdade há diferença na estrutura entre o futebol masculino e o feminino.

“Sinceramente, acredito que minha visão sobre o futebol masculino continua a mesma. A única coisa que consegui sentir bastante durante esse período de trabalho foi a diferença que há entre a estrutura do futebol feminino e dos elencos masculinos, que infelizmente é muito grande.”.

E, se antes éramos proibidas de praticar o futebol, cada vez mais vamos quebrando barreiras e ocupando lugares seja como presidente, vice, conselheira, técnica, jogadora. As ações nos clubes, principalmente no Dia Internacional da Mulher, aumentaram nos últimos anos. Perguntada se ela acha que essas ações mudam algo dentro da instituição, a estudante concorda.

“Com certeza! Ano passado, o Paysandu fez uma arte no muro da Curuzu com o rosto de várias mulheres da torcida bicolor em homenagem ao Dia da Mulheres. E é tão bonito de ver que há uma história de amor pelo time por trás de cada de cada rosto ali, me dá a sensação de pertencimento, me sinto representada, me faz sentir de fato parte daquele ambiente, como mulher.”.

A homenagem citada por Gabi está no muro do estádio bicolor e aparece em um videoclipe gravado no ano passado com a cantora Juliana Franco e o grupo Samba de Salto, composto somente por mulheres.

Foto de destaque: Reprodução/Instagram Gabi Gutierrez

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s