Jorge Jesus e Rogério Ceni: O efeito de cada um no Flamengo

Mesmo com o título do Brasileirão, flamenguistas pedem a saída de Ceni

Nas últimas campanhas do Flamengo, em 2019 e 2020, o time obteve grande destaque. Dois nomes estavam por trás de tais feitos, sendo eles Jorge Jesus e Rogério Ceni. Jesus, que jamais foi esquecido pela torcida carioca e hoje atua no Benfica, recebendo uma enxurrada de críticas, e Ceni, ídolo do São Paulo e visto com maus olhos pelos flamenguistas.

Com um ínicio turbulento pós-saída do português do Flamengo, o time enfrentou graves problemas no ínicio da campanha de 2020. Foi eliminado da Copa do Brasil e da Libertadores, lembrando que em 2019 chegaram até a final do Mundial, jogando contra o Liverpool.

Ceni foi a luz encontrada. Até então estrela no Tricolor paulista e visto como ídolo, nunca havia atuado dentro do Rio de Janeiro. Porém, com a pandemia e a saída de Jorge Jesus, o time sofreu graves oscilações e só reagiu na reta final do Campeonato Brasileiro, o que gerou grande parte das críticas dentro das redes sociais e por parte de colunistas.

Mesmo salvando o Flamengo no final do Brasileirão, foi alvo de ofensas por parte da torcida e, de quebra, pelos são-paulinos. O time com mais ataques até então passou a ser visto como lento, enquanto Jorge Jesus trouxe o melhor aproveitamento dentro de um clube brasileiro dentro de 17 anos.

Jesus saiu do clube carioca com apenas quatro derrotas dentro do currículo. Ceni pegou o time em uma fase complicada, contexto pandêmico, lesões e um histórico de derrotas e eliminações. Reestruturou tudo em um espaço pequeno de tempo, com um estilo de jogo menos ofensivo.

Lembrando também que, enquanto Ceni sofria no Brasil, o Mister passava pelo mesmo, ou até pior, lá em Portugal. O Benfica vem mal em campo e seus torcedores pedem a saída do queridinho do Rubro-Negro.

Outro dilema enfrentado foi a situação de Gabriel Barbosa, o Gabigol, artilheiro do campeonato e ídolo da torcida. O jogador teria se desentendido com Ceni após uma partida contra o Athletico-PR, em 24 de janeiro, válida pela 32ª rodada da competição. Mas, aparentemente, tudo já foi resolvido.

Agora é esperar pelo futuro, nada é certo. Cabe ao Flamengo e ao Ceni aproveitarem a boa fase.

Foto de destaque: Alexandre Vidal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s