Carta Aberta ao torcedor do Vasco da Gama

São 20 anos. Gestões incopetentes, dirigentes sem escrúpulos, pseudovascaínos egoístas e mesquinhos, jogadores descompromissados… São 20 anos de sofrimento para o torcedor vascaíno que não merece ser tão pisoteado dessa forma. O lápso de esperança em 2011 só serviu pra evidenciar como um clube centenário pode ser completamente destruído e que bravatas e promessas ao léu corroboram para que o Club de Regatas Vasco da Gama enfrente seu quarto rebaixamento em 20 anos.

O Vasco termina duas décadas com o pior desempenho da sua história. O futebol é um esporte cíclico, todavia os anos sombrios do clube de origem portuguesa vem se perpetuando por muito tempo. Em âmbito internacional, o Vasco mal deu as caras nestes dez anos. Disputou a Libertadores em 2001, fruto do título da temporada – e década – anterior, e em 2018 em uma temporada pífia, conseguindo se classificar pra Sul-Americana como prêmio de consolação, campeonato no qual teve participações tão desastrosas quanto.

O fim do patrocínio do Bank of America, com rescisão unilateral de contrato, por parte do Vasco, após acusações dos dois lados de dívidas não pagas, deixou o clube com suas “calças arriadas” após os investimentos milionários no time de futebol e num projeto olímpico, que incluía também modalidades como rodeio, boliche e windsurfe. Evidenciando a falta de comprometimento de quem estava no poder, os jogadores de 2000 saíram do clube com dinheiro a receber, perda de peças de alto nível sem capital para reposição e a propagação das baixas condições trabalhistas no clube só aumenta a dificuldade da montagem de um elenco de alçasse voos grandes.

Percebem a bola de neve sendo criada? São gestões incopetentes que tentam enganar a torcida com contratações impossíveis e milionárias para acalmar os animos, é jogar osso aos leões para tapear um rombo evidente, o da má administração. O Vasco da Gama possui uma das histórias mais lindas do futebol nacional, é um clube de lutas e vitórias, uma instituição que sempre esteve envolta de causas sociais, além de ter sido erguida por seus torcedores, estádio construído pelos braços dos aficionados do clube da colina. A mancha deixada nessa história honrosa é irreparável.

Hoje, os torcedores vascaínos não conseguem ver luz no fim do túnel. Entra gestão e sai gestão e promessas ao ventos são tudo que o podemos nos agarrar. Nem ao jogadores podemos apedrejar, seu futebol limitado é apenas a ponta do iceberg que afundou o Gigante da Colina. Como cobrar futebol de alto nível de profissionais que não recebem seus salários em dia? Que não tem condições de trabalho serenas devido a baixa estrutura do clube e sua política instável que tem sido pauta principal, sobrepondo o futebol? Como cobrar amor a camisa de jogadores que veem todos os dias os “vascaínos” mascarados de beneméritos usurpando o clube na maior cara lavada e batendo no peito pra gritar “O Sentimento não pode parar”?

Infelizmente, o Vasco da Gama enfrenta seu quarto rebaixamento. Meus sentimentos aos torcedores apaixonados, força para enfrentar as águas tortuosas que a Caravela Vascaína ainda enfrentará por anos a fio. O problema do clube não é imediato, mas pode começar a ser revertido a partir de hoje. A cobrança deve ser feita de cima, ataquem os Reis do Bacalhau que cravaram seus tronos na política do Vasco, os peões em campo são apenas isso, meros peões.

Saudações Vascaínas.

Foto de destaque: @bancadavasco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s