Especial Libertadores: Colo-Colo feminino – A hegemonia chilena

O Colo-Colo feminino, é uma das equipes de grande expressão do futebol chileno. Em tão pouco tempo de existência conseguiu o domínio das competições nacionais, além de ter sido a  primeira a quebrar o ciclo de vitórias brasileiras, conquistando de forma inédita e invicta a Copa Libertadores 2012

A origem

A equipe feminina do Colo-Colo foi formada e profissionalizada em 2007, para representar o clube no Campeonato Feminino Chileno. Sua origem é de representatividade, pois enquanto suas cores são o branco e o preto, para representar pureza e seriedade, seu escudo carrega as cores da bandeira do país e o seu nome e emblema é uma homenagem ao cacique Colo-Colo, herói do povo Mapuche na luta contra os específicos no século 16.

A hegemonia

Colo-Colo em seu 9º título nacional consecutivo. Foto: Divulgação/conmebol

O Campeonato Chileno, assim como boa parte dos torneios dos países da América Latina, é disputado no sistema de  Apertura e Clausura (abertura e encerramento), com um campeão para cada fase, o que significa que em uma mesma temporada o país tem dois campeões nacionais. Desse modo, as alvinegras são as maiores vencedoras do país e ao todo somam 13 títulos nacionais, tendo sido nove deles consecutivos de 2010 a 2014. Também conquistaram por três vezes a Copa de Campeonas e duas vezes a Copa Chile.

A Glória Eterna em 2012

Em 2011, as Albas, como são apelidadas, já haviam feito sua estreia na competição continental. Em uma trajetória espetacular, principalmente para um estreante, bateram o Caracas FC por 4 x 1, nas semifinais. No entanto, perderam por 0-1 para as anfitriãs brasileiras do São José. A partir daquele momento, iniciaria a busca pela redenção. Elas já sabiam de sua capacidade de disputar uma competição daquele nível.

Em 2012, iniciaram uma nova jornada, que começou dividindo o grupo C com Vitória das Tabocas (BRA),  Universidad Autónoma (PAR) e Sport Girls (PER). Sob o comando de José Letelier, atual técnico da Seleção Chilena Feminina, passaram da fase de grupos como a segunda melhor campanha atrás das brasileiras, a quem derrotaram nas semifinais por 4×3. A final foi diante do Foz de Cataratas. Em uma partida muito disputada, onde as goleiras tiveram um grande destaque, já que tiveram muito trabalho para impedir que as bolas entrassem, tanto que o duelo foi para as penalidades. Bia e Andressa Alves marcaram os dois gols do time brasleiro, enquanto as chilenas só desperdiçaram uma chance e converteram quatro cobranças com Soto, Francisca, Araya e Villamayor.

A Libertadores de 2012 foi a quarta edição da competição e, até aquele momento, somente times brasileiros haviam levantado a taça. O Colo Colo terminou àquela edição com uma campanha única  e histórica,  em sua segunda participação no campeonato, foi campeão invicto com 100% de aproveitamento.

Foto de destaque: Divulgação/Fifa.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s