Especial Libertadores: Confira os números e os duelos que marcam a trajetória do Palmeiras na competição

Antes de comentar sobre a campanha atual do Verdão, é preciso mergulhar na sua história 

Em 1961, o Palmeiras ingressou na Copa Libertadores. O clube fez sua estreia fora de casa contra o Independiente da Argentina, e venceu por 2 x 0. O ponta-esquerda Gildo, foi responsável por marcar o primeiro gol do Verdão, na principal competição sul-americana. Na ocasião, 9 equipes faziam parte da disputa. 

Na semifinal, o Verdão eliminou o Independiente Santa Fe (COL). Em seguida, enfrentou a decisão contra o Peñarol (URU). A equipe brasileira comandada por Armando Renganeschi, perdeu o primeiro jogo e empatou o segundo, o que resultou no vice-campeonato. Ao todo foram 6 partidas, 3 triunfos, 2 empates e 1 derrota. 

Final entre Peñarol e Palmeiras em 1961 – Gazeta Press

O Palmeiras perdeu outras duas finais, sendo uma em 1968. Naquele período, o clube jogou 15 vezes pela Libertadores e venceu 11. O Estudiantes da Argentina levou o título para casa, mas o Alviverde garantiu um marco relevante. O atacante Tupãzinho, balançou a rede 11 vezes, se consagrando artilheiro isolado daquela edição. 

Já em 2000, o Palmeiras chegava à final da Libertadores mais uma vez. Luiz Felipe Scolari treinava o clube e tinha à sua disposição nomes como Marcos, Rogério, Alex, César Sampaio, Euller e Roque Júnior. Diante do Boca Juniors, o Palmeiras obteve seu 3º vice-campeonato continental. 

Entretanto, nem só de quase vive o Palestra. O tão sonhado troféu veio em 1999, a equipe já era guiada por Felipão e teve o goleiro Marcos como um dos destaques. Pela final, o Palmeiras encarou o Deportivo Cali (COL), perdeu o primeiro encontro por 1 a 0 e venceu o segundo, pelo seguinte placar: 2 a 1. 

Diante desse resultado, a decisão foi para os pênaltis. O Verdão marcou 4 gols, contra 3 do adversário. Outras duas situações ganharam notoriedade: o zagueiro Junior Baiano foi vice-artilheiro da competição, marcando cinco gols. Além disso, “São Marcos” foi eleito o melhor atleta da competição, fato que o tornou o primeiro goleiro da história com tal feito.  

Duelo atual 

Neste sábado (30), Palmeiras e Santos fazem final inédita na Conmebol Libertadores 2020. Esse será o 19º clássico paulista na história da competição. Enquanto o Verdão mira sua segunda taça, o Peixe busca a quarta conquista. O jogo único será sediado no Maracanã, a partir das 17h (horário de Brasília). 

Os adversários já se encontraram em três finais de campeonato. O Palmeiras conquistou dois títulos e o Santos um. Independente do resultado que ocorrer no final de semana, certamente os torcedores estão orgulhosos pela campanha das duas equipes. Afinal, algo é certo: teremos um brasileiro na disputa pelo Mundial de Clubes. 

Foto destaque: Getty Images

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s