Inter massacra o São Paulo e assume a liderança do Brasileirão

Um jogo com cara de decisão e que terminou sendo mágico para o Internacional. No mesmo estádio em que o time gaúcho, em 2006, abriu o caminho para o título histórico da Libertadores, o colorado massacrou o São Paulo por 5 a 1 e voltou à liderança do Campeonato Brasileiro

Em um local acostumado a ser palco das grandes conquistas da história do Colorado, a torcida ganhou mais uma lembrança feliz. Na noite da última quarta-feira (20), a equipe de Abel Braga atropelou o São Paulo por 5 a 1 e, com o resultado, chegou à liderança do Campeonato Brasileiro de 2020, após a sétima vitória consecutiva na competição. 

Superioridade colorada no primeiro tempo e atropelo no segundo

A festa gaúcha, em São Paulo, começou bem cedo. Aos sete, em cruzamento perfeito do lateral-esquerdo Moisés, o zagueiro Victor Cuesta mandou para a rede. Aos 23, veio o segundo gol colorado. O meia Patrick lançou o centroavante Yuri Alberto, que só rolou para o garoto Caio Vidal, ele dominou e tocou na saída do goleiro Volpi. A atuação do Inter no Morumbi era praticamente perfeita, mas, depois de uma falha do zagueiro Cuesta, o São Paulo teve um escanteio. Na cobrança, o sistema defensivo do Inter parou e o centroavante Luciano fez o gol do Tricolor, aos 35 minutos.

Quem esperava uma recuperação do São Paulo na etapa final, estava muito enganado. A festa seguiu sendo completa do Inter. Aos 14, o artilheiro da noite Yuri Alberto entrou em cena. Depois de uma lambança na saída de bola do São Paulo, o centroavante fez o terceiro. Aos 20, o atacante Peglow tocou para Yuri Alberto. Na corrida, ele driblou Volpi e estufou a rede paulista. Logo depois, aos 22, mais um dele. Daniel Alves perdeu a bola e o meia Patrick lançou o centroavante do time gaúcho. Ele invadiu a área e bateu rasteiro, marcando o quinto gol colorado.

O São Paulo sentiu a goleada. Apático, apenas tocou a bola, esperando a partida acabar. Já Abel Braga, apenas poupou suas peças para o Gre-Nal do fim de semana. Sacou Rodrigo Dourado e Victor Cuesta, pendurado com dois cartões amarelos, para não perder os jogadores por suspensão. Assim, administrou até o fim e viu a goleada resultar na liderança do Brasileirão, com os 5 a 1 no Morumbi. 

Foto de destaque: Ricardo Duarte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s