Exclusivo: Capitão e artilheiro do Magnus Futsal fala sobre decisão na LNF

Rodrigo Hardy fala sobre confronto contra o Corinthians na final da Liga Nacional de Futsal

Magnus e Corinthians fazem, neste domingo (20), o segundo jogo da final da Liga Nacional de Futsal (LNF). A decisão será às 13h15, em Votorantim, com transmissão ao vivo do SporTV. A ida, que aconteceu no último final de semana, ficou empatada por 1 a 1, com gols de Charuto para o Sorocaba e Deives para o Timão.

Rodrigo Hardy, fixo e capitão do Magnus, considera o primeiro jogo como “bom e pegado”. Para ele, mesmo sem a torcida, é difícil jogar no Parque São Jorge. “O Corinthians estava dentro da sua casa, veio com tudo e a gente conseguiu sair na frente. Depois de um erro meu ali no lance (que originou o gol) a gente acabou cedendo o empate”, avaliou o jogador.

“A gente se comportou bem na partida, depois de uma fatalidade com o Djony (goleiro do Magnus) que foi expulso, marcamos muito bem no quatro para três e ali foi o nosso momento mais complicado no jogo. Um gol decretava derrota”, acrescentou ele.

Foto: Guilherme Mansueto/Magnus Futsal

No jogo da volta, que será em Votorantim, atual casa do time de Sorocaba, já que a Arena está servindo de hospital de campanha na cidade por conta da Covid-19, qualquer uma das equipes que vencer sairá com o título. Em caso de empate, a partida vai para a prorrogação e, se assim persistir, o troféu vai para o Magnus, que fez melhor campanha na primeira fase da competição.

“Agora temos que ficar tranquilos, cabeça boa. Sabemos da nossa pequena vantagem, mas não podemos ‘sentar’ nisso. Esse empate só vale na prorrogação. Temos tudo para fazer um grande jogo agora na nossa casa e sair com o título”, concluiu Rodrigo.

A temporada

Aos 36 anos, Rodrigo Hardy, o ‘Capita’, está indo para a sua 6ª final de Liga sendo essa a 4ª com o Magnus. Mesmo em um ano tão difícil, por conta da pandemia, o fixo mais uma vez está na disputa do prêmio de artilheiro da competição. Ele está atrás por um gol do pivô Deives, do Corinthians.

“Mas o que vale e o que é mais importante é o título”, disse Hardy sobre a artilharia.

Foto: Yuri Gomes

Rodrigo avalia 2020 como um ano “bem atípico e complicado”. Porém, exalta o trabalho da equipe e da comissão técnica durante os meses de paralisação em decorrência da pandemia da Covid-19.

“O nosso time trabalhou muito, nossa comissão técnica fez um trabalho fundamental. Ficamos quase 80 dias em casa, treinando dentro de casa, foi sofrido mentalmente”, disse ele sobre o período de quarentena.

“Quando foi liberando aos poucos, a gente foi com o grupo reduzido para uma quadra Society. Até chegar na quadra demorou bastante. Então além de fisicamente, mentalmente foi um ano muito difícil para o atleta de alto rendimento que está acostumado com a estrada”, explicou o capitão do Magnus.

O técnico Ricardinho, treinando o Magnus Futsal (Foto: Guilherme Mansueto/Magnus Futsal)

Invencibilidade

O Magnus Sorocaba chega na final da LNF invicto, ao todo são 16 vitórias e três empates (contando com o da final). Se for campeão no domingo, poderá fazer história como o único time desde que a Liga Nacional foi criada, em 1996, a ter conquistado o título sem perder nenhum jogo.

“O mais legal é isso, chegamos invictos e podemos fazer história. O nosso sonho maior é ser campeão da Liga. Quando a gente começou o ano, nunca pensamos em chegar em uma final sem perder nenhum jogo, mas chegou e agora não tem outro jeito. Se a gente perder, a gente perde o título”, disse Rodrigo Hardy, fixo do Magnus Futsal.

 “Não é mais questão de invencibilidade e sim de ser campeão”, concluiu.

O confronto

Magnus e Corinthians já decidiram o título da Liga em 2016. Na ocasião, quem ficou com a taça foi o Alvinegro, que bateu o Sorocaba por 3 a 2 no primeiro jogo e por 5 a 2 no segundo. Essa foi a única conquista da equipe, que assim como o Magnus, campeão da LNF apenas em 2014, também está atrás do bicampeonato.

Os times finalistas dessa temporada são os mesmos de 2016 e os artilheiros também: Rodrigo, que possui 13 gols na Liga, e Deives, que está na frente com 14 tentos. No ano que o Timão conquistou o troféu, os dois capitães ficaram empatados com 20 gols cada.

Magnus e Corinthians se enfrentaram na 1ª rodada da LNF 2020, no dia 28 de agosto. Em uma Liga atípica, sem torcida e em meio a um ano dificílimo, os dois times paulistas chegam para fazer a grande final e encerrar a Liga Nacional deste ano.

Foto de destaque: Guilherme Mansueto/Magnus Futsal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s