Raízes Negras: Vic Albuquerque, de Brasília para todo o Brasil

Dentro de campo, Victória honra seu nome: são muitas vitórias; Além de diversos prêmios individuais, a jogadora carrega desde títulos regionais até internacionais

Convocação para a Seleção Brasileira, quebra de recorde e diversos prêmios individuais de destaque dentro do futebol. Com apenas 22 anos, este é o histórico da meio-campista Victória Kristine Albuquerque de Miranda, mais conhecida somente como Vic Albuquerque.

Natural de Brasília, a atacante começou a brilhar por lá, quando era a estrela do time Minas Ices. Em 2018, ajudou na conquista do Campeonato Brasileiro A2, o que colocou um time brasiliense na primeira divisão do futebol feminino pela primeira vez. Ela também já tinha representado o Brasil em duas Copas do Mundo sub-20 e vencido o Sul-Americano sub-20. Desta forma, Victória deu início a uma carreira que honra o seu nome: cheia de vitórias.

Emprestada ao Audax por um tempo, a atleta chegou ao Corinthians em 2018 e logo se tornou xodó da torcida. E não é pra menos: com a camisa alvinegra, a jogadora foi vice-campeã do Brasileiro e campeã do Campeonato Paulista e da Libertadores 2019. Neste ano, Vic ainda conquistou prêmios de melhor meia e revelação pelo Brasileirão e foi a artilheira, craque e melhor atacante do Campeonato Paulista.

Além disso, mesmo em um ano turbulento como de 2020, colaborou com a conquista do Campeonato Brasileiro pelo Timão e ainda quebrou um recorde da competição: Victória marcou o gol mais rápido da história do Brasileirão Feminino. Com apenas 14 segundos de jogo contra o Flamengo, a atacante balançou a rede a favor do clube alvinegro.

Para mim foi uma honra muito grande, foi muito especial. Fazer história dentro do futebol feminino é incrível. Para mim, o que vale mesmo é ter ajudado o Corinthians, mas ter meu nome na história do futebol feminino é muito importante e eu dou bastante valor”, ressaltou ao ‘Globo Esporte’.

Porém, vale lembrar que a atacante tem apenas 22 anos, ou seja, há muito tempo (e talento) para fazer ainda mais história, inclusive com a Seleção Brasileira.

Foto de destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s