Justiça por Robson: o caso do motorista brasileiro preso por tráfico de drogas na Rússia

Robson Oliveira, ex-motorista do jogador Fernando, está preso há mais de um ano por transportar remédio proibido para sogro do jogador

Robson Oliveira está preso há 500 dias, sob acusação de tráfico de drogas, em uma penitenciária em Kachira. O motorista brasileiro do volante Fernando, ex-Grêmio e atualmente no Beijing Guoan, da China, desembarcou na Rússia para trabalhar para o jogador, transportando malas com cloridrato de metadona. O medicamento proibido em território russo era para o sogro de Fernando.

O motorista aguarda o julgamento, seu processo voltou à estaca zero após a juíza responsável pelo caso se aposentar. Olimpio Soares, advogado de Robson, indica que houve ‘má fé’ do jogador e da família. “A princípio eu acreditei que ninguém sabia que o remédio era proibido”, afirma. Todavia, existem declarações de testemunhas que afirmam que o staff do jogador e o departamento médico do Spartak, clube defendido na época por Fernando, alertaram para a proibição do medicamento.

Olimpio explica que quando Robson saiu do Brasil, as malas que continham o medicamento estavam lacradas e o motorista não sabia o que estava transportando, só fora informado que era para o sogro de Fernando. O advogado que representa o motorista na Rússia explica que a melhor saída seria o perdão do governo russo, com a ajuda de autoridades brasileiras.

Em suas redes sociais, o jogador Fernando rebate as acusações, alega que procurou diversas vezes as autoridades russas para tentar solucionar o caso e afirma que está prestando suporte financeiro à familia e à defesa de Robson. O jogador relata que foi apresentado a receita do remédio que resultou na prisão de Robson. Em postagem, publicou fotos de recibos de um depósito que seria de auxílio para o motorista e o pagamento dos advogados do caso.

“Nunca me neguei a fazer o que me foi pedido legalmente para ajudar o Robson a provar sua inocência. Porém, nenhuma das nossas tentativas foi aceita pela justiça russa até aqui”, disse o jogador em uma postagem no Instagram.

O caso ganhou repercussão após o atacante brasileiro Leo Baptistão, que joga no clube chinês, publicar uma foto com todos os jogadores brasileiros que atuam no país, e na imagem é possivel ver Fernando entre os jogadores. A postagem gerou reações negativas, torcedores brasileiros criticaram a atitude do atacante por postar foto com Fernando.

A partir daí, a hashtag ‘Justiça por Robson’ entrou para os assuntos mais falados nas redes sociais, com postagens de Richarlison, jogador do Everton e da Seleção Brasileira, e Rafael Cabral, goleiro do Reading, da Inglaterra, que declararam apoio ao motorista brasileiro detido na Rússia.

Foto: Reprodução/Twitter

Foto de destaque: Reprodução/Internet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s