São Paulo está ‘por um triz’ na Libertadores e tem jogo decisivo na Argentina

O Tricolor paulista precisa de uma combinação de resultados para avançar às oitavas de final da Copa Libertadores. Para tanto, é necessário ter um bom resultado na penúltima rodada, contra o River Plate, em Buenos Aires, às 21:30h (horário de Brasília)

O Grupo D da fase de grupos da Libertadores, no momento do sorteio no final do ano passado, já havia sido considerado o grupo da morte. Isto é, que proporcionaria os jogos mais desafiadores aos times que o compusessem. O São Paulo, representante brasileiro, teria que enfrentar o tradicional argentino River Plate, os mais de 2.700m de altitude de Quito para encarar a LDU e o peruano Binacional.

Que seria difícil, os são-paulinos já sabiam. Mas é muito provável que o planejamento do técnico Fernando Diniz tenha sido bem menos arriscado para a competição. A LDU, já classificada, vai abraçada às oitavas de final com a primeira colocação, com 12 pontos. O São Paulo, com quatro pontos, disputa com o River, com sete pontos, a segunda colocação.

Na última rodada, tanto o River Plate como o São Paulo jogam em casa. No entanto, teoricamente, os brasileiros terão mais facilidade, já que enfrentarão o Binacional, enquanto os argentinos terão que ganhar da LDU.

E é por isso que o jogo de hoje à noite é tão importante: em caso de derrota tricolor, já pode virar a chavinha para a Copa Sul-Americana, já que o terceiro colocado de cada grupo é redirecionado à outra competição. O River conseguiria 10 pontos e deixaria o São Paulo com apenas quatro para a última rodada, sem possibilidade matemática de alcançar o segundo lugar.

Em caso de vitória, o São Paulo empata o número de pontos com o River e fica para definir na última rodada. Vai precisar ganhar dos peruanos e torcer para um tropeço dos argentinos diante da LDU.

Em caso de empate, o torcedor pode preparar a calculadora. Os argentinos somariam oito pontos e o São Paulo, cinco. Para um possível avanço tricolor seria necessário, então, uma derrota do River na última rodada e vitória do São Paulo. Não é fácil. E fica pior: a diferença de saldo de gols entre os dois clubes é de 11 gols, quesito de desempate de pontuação. Ou seja, os são-paulinos teriam que fazer mais gols do que fizeram na competição inteira em um único jogo, e torcer para uma goleada da LDU.

A partida não será no Monumental de Nuñez, casa do River, pois o estádio passa por reformas. Ponto positivo para o São Paulo, mesmo sem público. O jogo será no estádio Libertadores da América, casa do Independiente. O Tricolor deve entrar em campo com o time titular completo. Só o atacante Luciano está suspenso e não poderá jogar.

Foto de destaque: Staff Images/Conmebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s