Conheça Elena Mueller, criadora do projeto jogadora.marketing

Sem desistir nunca do seu objetivo, Elena segue em busca de realizar sonhos e ajudar muitas meninas no caminho do futebol feminino

Elena Mueller, de 27 anos, nasceu em Goiânia-GO, mas cresceu no interior do Rio Grande do Sul, entre Vera Cruz e Santa Cruz do Sul. Amante de esportes em geral, fez do futebol sua paixão maior. Durante toda a vida escolar, esteve envolvida em competições de futsal, futebol de campo e fut7, sempre focada no sonho de ser jogadora profissional.

Mas aos 17 anos, sua família disse a ela que não tem como jogar profissionalmente, porque o futebol feminino não tinha apoio do país, quem dirá em sua cidade. E realmente era verdade, porque na época, por volta de 2010/2011, nem mesmo o Grêmio e o Internacional tinham times profissionais femininos, ela só conseguiria se fosse para São Paulo. Pelo fato de envolver muitos custos, resolveu deixar o futebol feminino de lado e parou de jogar.

Ela resolveu, então, fazer faculdade, e na sua vasta lista de ideias de cursos, constavam muitas opções, menos Educação Física, pelo envolvimento que seria com o esporte e o trauma que carregava de não conseguir realizar um sonho. Acabou optando por Comunicação Social/Relações Públicas, e felizmente se encantou e se realizou na profissão. Trabalhou em várias áreas da comunicação durante o período de faculdade: marketing, redes sociais, assessoria de imprensa, assessoria de comunicação, entre outras.

Em 2016, foi voluntária nas Olimpíadas do Rio e teve a experiência de assistir a semifinal do futebol feminino (Brasil x Suécia). O Brasil foi eliminado nos pênaltis, e ela conta que foi uma das experiências mais emocionantes da sua vida, que se imaginava jogando e só conseguia pensar que ela não estava ali. E tudo isso fez ressurgir a paixão e a vontade de jogar profissionalmente.

Em 2017, percebendo a movimentação do cenário do futebol feminino, o Internacional abrindo espaço, ela pensou que se preparasse bem, ela poderia ter finalmente uma chance, e assim ela fez. No ano seguinte, começou com muito foco, conciliando o trabalho com os treinos. Treinava todos os dias a fio, e no segundo semestre jogou o Campeonato Gaúcho.

Com isso, criou um projeto de parceria e montou uma equipe de profissionais para auxiliá-la com nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo, personal trainer (academia e suplementos) enfim, tudo para ter os melhores resultados. E então, ela se dedicou bastante a isso e, como sempre foi muito ligada na parte de áudiovisual, desde redes sociais até vídeos de melhores momentos, ela montou um material de todos os campeonatos que ela jogou.

Foi assim que Viçosa, um clube de Minas Gerais, teve acesso a esse material e chamou Elena para representar eles na primeira divisão da Letônia (Norte da Europa), e ela foi.

Em março de 2019, jogou por três meses no AFA Olaine, ela e mais três brasileiras passando a temporada lá. Ela diz ter tido muitos desafios, principalmente relacionados ao gramado, que foi o primeiro choque, além do cultural e por ter que se virar no inglês, lembrando que a língua oficial da Letônia é o russo e letão.

Por lá ser um país extremamente frio, as gramas são sintéticas e logo no primeiro amistoso teve uma lesão no tornozelo. Após essa temporada, em setembro, Elena foi para a Áustria, jogar a terceira divisão no SPG Wolfern Garsten. Mesmo sendo a terceira divisão, ela diz que o nível técnico era bom, e as meninas jogavam bem, mas estavam longe de ser profissional. Acabou voltando a lesão do tornozelo, e depois teve uma complicação na coxa, mas nada que  derrubasse e fizesse desistir.

Voltando da Áustria, ela decide que quer jogar no Brasil, por conta do calendário maior e do cenário que estava melhorando. Em dezembro, Elena começou a pré-temporada e em fevereiro ela começou a fazer os testes. Quando finalmente estava se encaminhando, veio o coronavírus e adiou todos os seus planos. Porém, ela continuou treinando durante a quarentena e colocando a cabeça para funcionar.

Nisso, surgiu a ideia do jogadora.marketing, que é um projeto de uma empresa de consultoria especializada para atletas de futebol, especialmente o feminino. Ou seja, seu objetivo com esse projeto é orientar e fornecer informações, principalmente em relação à comunicação, aos cuidados que são necessários de ter como atleta, questão de imagem, material, mídias sociais, o quanto isso é importante e influencia. Ela pega a si como exemplo, porque graças a esse trabalho bem desenvolvido, ela teve a tão sonhada oportunidade.   

Foto: Arquivo Pessoal

Com tudo isso, veio a ideia do E-book “Conexão futebol feminino e marketing pessoal”, que é o resultado de tudo isso. Ele traz a vivência de Elena, sua experiência, conta passo a passo o que ela fez e fornece orientação para as meninas que estão começando, que têm esse sonho e às vezes não têm ideia do que precisa para conquistar.

Ela se sente grata, pois a repercussão tem sido muito positiva. Elena espera, com esse E-book e com o trabalho do jogadora.marketing, amparar e ajudar muitas meninas que têm como o objetivo ser jogadora de futebol profissional. E assim que passar a quarentena, Elena garante que está pronta para jogar novamente e continuar focada, tanto no seu projeto, quanto nos jogos.  

Foto de destaque: Arquivo Pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s