Diniz, técnico do São Paulo, em jogo contra Mirassol. Imagem: Reprodução/Sportv

São Paulo acumula o 15º ano sem título paulista

Eliminação causada pelo Mirassol marca mais um ano sem conquista tricolor no campeonato estadual 

A torcida do São Paulo viu o sonho de conquistar o 22º título paulista se tornar um pesadelo. Na noite desta última quarta-feira (29), o time do Mirassol saiu vitorioso por 3 a 2, mesmo com a ausência de 18 jogadores – sendo oito titulares – por conta do fim de contrato devido à paralisação na pandemia.

Mesmo com a terceira melhor campanha do torneio e com 21 gols – o melhor saldo até o momento – a equipe do Diniz não conseguiu ser superior e passar para a semifinal. O resultado negativo fez com que o favorito Tricolor acumulasse mais um ano na seca por títulos. Já são 15 sem conseguir erguer a taça da Federação Paulista de Futebol.

Quem marcou

Desde o começo do primeiro tempo, o Mirassol se mostrou com vontade de levar a classificação pra casa. Nos primeiros minutos, o Tigre abriu 2 a 0, com gols de Zé Roberto, mas o Tricolor empatou em seguida, com Pablo e Vitor Bueno – sendo o segundo um belo chute de fora da área. Na etapa final, Tiago Volpi falhou e Daniel Borges fez o seu para ninguém botar defeito.

Destaque insperado

Destaque inesperado do jogo, centroavante Zé Roberto. Foto: Fernando Roberto/ Ag Mirassol
Destaque inesperado do jogo, centroavante Zé Roberto. Foto: Fernando Roberto/Ag. Mirassol

O nome do jogo foi do atleta Zé Roberto, centroavante do Mirassol, responsável pelos dois primeiros gols do Tigre. Apesar de ter passagem pelos Emirados Árabes, Zé utilizava as dependências do time apenas para manter a forma. 

Depois de uma ligação, isso mudou. Sua inscrição para o jogo aconteceu na terça-feira (28), a convite de um amigo e diretor do clube. Após pegar voo de São José do Rio Preto para São Paulo, realizou apenas um treinamento com a equipe antes da partida que se tornou o grande destaque.

Ficha técnica

São Paulo 2 x 3 Mirassol

GOLS

São Paulo: Pablo e Vitor Bueno Mirassol: Zé Roberto (2) e Daniel Borges

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Arboleda, Bruno Alves (Everton) e Reinaldo; Tchê Tchê (Paulinho Boia), Daniel Alves e Igor Gomes (Hernanes); Vitor Bueno, Pablo e Alexandre Pato (Helinho) Técnico: Fernando Diniz

MIRASSOL: Kewin; Daniel Borges, Danilo Boza, Reniê e Moraes; Alison, Eduardo (Lucas Vital) e Kauan (Matheus Rocha); Juninho (Wellington), Zé Roberto (João Arthur) e Bruno Mota Técnico: Ricardo Catalá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s