Futebol inglês planeja formas de inclusão de negros e minorias em cargos dos clubes

A Premier League também como outras competições, aderiu a luta antirracismo

A English Football League (EFL) e a Associação de Jogadores de Futebol Profissional (PFL), organizarão cursos intensivos nos clubes ingleses para que profissionais dos grupos Black, Asian and minority ethnic tenham o direito de se tornar treinadores ou profissionais do departamento de futebol.

As autoridades pretendem colocar a prática na próxima temporada. A ideia surgiu da campanha “Black lives Matter”, onde o slogan foi estampado nas camisas dos atletas, quando a Premier League retornou.
Atualmente, na Premier League jogam cerca de 500 jogadores em 20 times. Mais de 25% são negros ou pardos, mas depois que penduram as chuteiras, a minoria tem espaço para que se torne treinador ou gerente.

No atual cenário, 6% são negros, asiáticos ou de outras etnias, que juntos somam um total de 14% da população do Reino Unido, nos 92 melhores clubes das ligas profissionais inglesas.

A principal meta da Associação de Futebol Inglesa, é dentro do planejamento de cota a capacitação sair até 2021, tendo ao menos 20% das comissões técnicas do país sendo ocupada por pessoas desses grupos.

“Temos orgulho em apoiar uma filiação diversificada em campo, e estamos determinados a garantir isso também” – relatou Gordon Taylor, presidente executivo da Professional Footballers ‘Association em entrevista.

Fonte de destaque: Cath Ivill

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s