Treinos em Curitiba poderão voltar daqui seis semanas, avalia infectologista

Atividades presenciais foram suspensas pelo decreto da prefeitura divulgado neste sábado (13); Segundo presidente da SBI, os treinos com segurança podem demorar a acontecer

Os clubes de Curitiba e região metropolitana ficarão até seis semanas sem poderem retornar aos treinos presenciais. A avaliação é do presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Clóvis Arns, que acredita ser o tempo de recuperar patamares seguros, caso as medidas da prefeitura da capital paranaense apontem efeitos.

As atividades foram suspensas após a cidade atingir o nível médio de contágio pelo novo coronavírus, o chamado código laranja, e a prefeitura voltar a determinar a suspensão de atividades de igrejas, bares, academias e clubes esportivos. As equipes de futebol, que recentemente voltaram aos treinamentos, também foram incluídas na lista. O decreto foi determinado após os casos da Covid-19 triplicarem em dez dias em Curitiba.

Segundo Arns, os efeitos do decreto poderão ser analisados semana a semana, mas as mudanças devem ocorrer em um prazo maior. O principal objetivo, neste momento, é tentar controlar a disseminação do vírus.

A medida, no entanto, interfere diretamente apenas no Athletico, que tem seu centro de treinamento localizado dentro da cidade de Curitiba. Coritiba e Paraná Clube treinam fora, nas cidades de Colombo e Quatro Barras, região metropolitana.

O infectologista acredita que as medidas devam se expandir também para as regiões metropolitanas, como medida de contenção. Os municípios estão conversando e devem divulgar seus posicionamentos em breve.

Posição dos clubes

Por meio de seu presidente, Mario Celso Petraglia, o Athletico informou que vai acatar o decreto municipal. Coritiba e Paraná aguardam a decisão dos municípios para concluírem se poderão ou não continuar com as atividades.

Os clubes que retornaram fizeram testes de Covid-19 em todos os profissionais envolvidos. Dos exames feitos, dois deram positivo no Coritiba, três no FC Cascavel (no presidente do clube e em dois jogadores) e um no Paraná Clube. O Athletico fez testes, mas não divulgou os resultados.

Atualização: novos termos de segurança foram divulgados e possibilitam que o Athletico retorne aos treinos presenciais. As mudanças foram tomadas no último dia 15, dois dias após a Prefeitura suspender as atividades.  O pedido do setor foi atendido e os treinos foram liberados novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s