Conmebol anuncia estádios candidatos a receber as finais da Libertadores e Sul-Americana

Brasil, Argentina, Chile, Equador, Peru, Uruguai e Colômbia concorrem para ser sede de finais das duas maiores competições continentais

A Conmebol anunciou, na última quinta-feira (15), os estádios que se candidataram a receber as finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana nos próximos três anos, e vários estádios brasileiros aparecem na lista.

Para a Libertadores, a Arena da Baixada, o Beira-Rio, a Arena Corinthians e o Morumbi disputam para sediar a final de 2021. Já em 2022 e 2023, a lista de brasileiros é a mesma com o acréscimo do Maracanã.

Enquanto isso, Mané Garrincha, Castelão, Fonte Nova, Arena Pernambuco e Maracanã, além das casas do Athletico Paranaense e do Internacional, são candidatos para a final da Copa Sul-Americana de 2021 a 2023.

A concorrência é grande

Além do Brasil, Argentina, Chile Equador, Peru, Uruguai e Colômbia também têm estádios concorrentes para as finais das duas maiores competições continentais.

Para a Libertadores, Buenos Aires é a cidade que concorre com o maior número de estádios. Além do Monumental de Nuñez e da Bombonera, casas de River Plate e Boca Juniors respectivamente, os estádios Libertadores de América e Presidente Perón, do Independiente e do Racing, também aparecem na lista.

Além da capital argentina, Córdoba também pode receber a final da competição com o Estádio Mario Alberto Kempes. Chile e Equador fecham as concorrentes de 2021 com o Estádio Nacional, em Santiago, e o Monumental Banco Pichincha, em Guayaquil.

Para 2022, a lista de concorrentes permanece a mesma, com o acréscimo dos estádios Centenário, em Montevidéu, Nacional e Monumental, ambos em Lima. Já em 2023, a capital uruguaia sai de cena e aparecem duas cidades colombianas: Barranquilla, com o Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, e Medellín, com o Estádio Atanasio Girardot.

Já para a final da Sul-Americana 2021, os estádios argentinos continuam os mesmos, com a troca da sede de Córdoba com o Estádio Único, em Santiago del Estereo, e o acréscimo do Nuevo Gasometro, mais um na capital.

Os estádios Nacional, na capital chilena, e Rodrigo Paz Delgado, em Quito, fecham a lista de concorrentes para o ano que vem. As alterações na lista para 2022 são feitas com a adição dos estádios peruanos Monumental e Nacional, e do colombiano Atanasio Girardo para 2023.

Foto: Divulgação/São Paulo FC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s