Covid-19: Rivaldo, pentacampeão mundial, lança desafio visando ajudar pessoas necessitadas

Por conta da pandemia do novo Coronavírus, o craque pentacampeão em 2002, Rivaldo, doou 200 cestas básicas a uma igreja em Paulista, Pernambuco (cidade onde cresceu), com o objetivo de ajudar as pessoas mais carentes

Em vídeo publicado em suas redes sociais, o ex-jogador desafiou o atacante Fernandinho -ex São Paulo, Flamengo e Grêmio e atualmente no Dangdai Lifan, na China, a fazer o mesmo. Porém, frisou que outros jogadores também devem ajudar.

“Fala, meu amigo Fernandinho. A gente fez muitos desafios essa semana, mas hoje quero fazer outro desafio. Quero desafiar a doar 200 cestas básicas. Eu vou doar 200 cestas básicas para a igreja do amor, em Paulista, para que pessoas que estão em casa, passando por um momento difícil. Eu estou falando para você, mas eu quero que todos os jogadores do Campeonato Brasileiro, aos que jogam fora do Brasil, todos os jogadores campeões do mundo em 1994 e em 2002 possam ajudar. Um pouco de brincadeira, mas que vai ajudar muita gente. Você pode ajudar no seu bairro, para as pessoas que estão na favela” -afirmou.

Emocionado, Rivaldo ainda relembrou sua infância e adolescência difíceis, de quando ainda treinava para se tornar um jogador profissional, mas também vendia coxinha, picolé e sonho na praia para ajudar a família financeiramente.

“Hoje eu posso ficar em casa. Eu posso ligar no mercado e o mercado trazer… Mas há 20 e poucos anos eu não poderia fazer isso. Eu estava em Paulista, eu estava nas praias vendendo coxinha, picolé, sonho, para poder ter o café da manhã, o café da tarde, para ter o que comer. Então, imagino o que as pessoas estão passando. E as pessoas falando: fique em casa. Não é fácil ficar em casa com fome. Olhar para seus filhos, para sua mãe e ficar em casa. Então eu queria pedir a todos: façam. Para que as pessoas possam ficar em casa e não serem contaminados com esse vírus” -complementou.

O ex-atleta finalizou reforçando a necessidade de ajudar as pessoas que não possuem condições, além de cobrar o governo.

“Não vai resolver 100%, mas vai ajudar as pessoas. O governo, os prefeitos e políticos todos: façam alguma coisa… Não podemos falar só do governo, a gente pode fazer alguma coisa. Por favor, vamos ajudar uns aos outros nesse momento difícil. Vamos ajudar as pessoas que não têm o que comer”.

Confira o vídeo completo:

https://www.instagram.com/tv/B-PwMfIHrzg/?igshid=uwsw21bfzxwd

Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s