Além dos 90 minutos…

Eu acredito que todo amante desse esporte tem uma boa história de superação pra contar ou tem um momento marcante na vida que foi salvo pelo futebol. Porque além dos 90 minutos, dos gols, dos craques, dos clubes e ídolos, dos estresses pelas contratações e polêmicas com os técnicos, futebol também é amor, sentimento, paixão, idolatria, ‘’coisa de outro mundo’’.

Eu tenho certeza que você leitor (a) já ouviu falar de alguma história linda que envolvia seu time do coração ou já leu aqui no nosso blog uma notícia emocionante, como a da mãe que narrava os jogos do Palmeiras para o filho autista ou da garotinha torcedora do São Paulo que luta contra um câncer no cérebro e se tornou símbolo do clube desde que acompanhou a campanha da Copinha de 2019. E sei, que nesse exato momento, você lembrou de tantos outros fatos inenarráveis que o nosso bom e amado futebol presenciou.

Bom, hoje eu vim contar mais um, talvez inédito, que nenhum outro meio de comunicação digital já noticiou. Um secreto, guardado a sete chaves que poucas pessoas sabem. Vim compartilhar com vocês para ressaltar a mensagem que passamos aqui: o futebol é incrível.

Começa assim…

Quando menina, ela adorava as cores de um time baiano, foi crescendo e percebendo que aquele escudo e aquela torcida mexiam com seu coração sonhador. Que aquele clube transmitia uma paz pra ela, muitas vezes não entendível. E assim foi, aos poucos seu guarda-roupa era tomado pelo azul, vermelho e branco, sua playlist tinha os mais variados gritos de guerra e no seu coração a vontade enlouquecedora de conhecer de perto aquele time de futebol. O primeiro encontro desse amor foi em um clássico, seu time ganhou a partida de virada, transformando um placar de 3×1 a um 4×3. Ela nunca mais esqueceu aquele dia e aquele sentimento. A certeza que tinha era que queria sentir aquela emoção de novo e de novo e de novo. E assim foi… cresceu aprendendo amar um time de futebol, e se eu te disser que esse amor a salvou?

Em uma época triste, onde as dificuldades eram tudo que ela conseguia ver, onde a tristeza imperava 24 horas por dia, as notas da faculdade caíram, a vontade de fazer coisas simples como somente acordar e começar o dia, não pertencia mais a ela. A menina, agora mulher sonhadora, tinha sofrido uma perda muito grande na família, e com ela se foi sua vontade de viver, não descreverei com clareza os detalhes, mas posso afirmar, sem saber o que sentia e o que podia acontecer, ela se via cada vez mais entrando em uma depressão. E foi ai quando tudo parecia não ter a mínima graça que ela começou a ler sobre o futebol, a assistir  futebol independente do time que estava jogando, ela devorava todo conteúdo sobre, porque era assim que ela conseguia acordar pra vida, sabendo que era um novo dia para ela aprender um pouco mais.

E foi assim, através de um esporte que une multidões e move paixões que ela conseguiu se reestruturar, se formar em Jornalismo, e hoje está aqui escrevendo esse texto pra você, pra te mostrar que há sempre motivos pra recomeçar, e que o futebol é muito mais que ‘’bola rolando’’.

O Futebol resiste, vive, e salva vidas. Não tem que ter preconceito ou nada além de muito AMOR.

Assino agradecendo a minha equipe que mesmo involuntariamente me ajuda muito a não voltar pra esse buraco. E você que nos conhece, saiba que tudo que fazemos no Rainhas é pra entregar um conteúdo de qualidade pra quem assim como a gente, também ama esse futebol.

Foto: arquivo pessoal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s