Palmeiras estreia grama sintética no Allianz Parque nesse domingo

Após problemas com o campo, depois de 5 anos, a Arena do Palmeiras celebra grama de “primeiro mundo” e em breve ganhará um museu.


Ao longo dos cinco anos de parceria com a empresa, o Palmeiras deixou de jogar em sua casa 29 vezes, duas ainda nesta temporada por conta de obras.
Em 2019, por programas eventuais, o time precisou mandar no Pacaembu a partida de ida e volta das quartas de final da Libertadores da América, onde foram eliminados pelo Grêmio.


Na tarde desta quarta-feira (12), os jogadores palestrinos realizaram o primeiro treino para fazerem reconhecimento e adaptação do gramado antes da estreia.
Antes do treino, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte e o diretor de finanças da WTorre, Luis Davantel, participaram de uma entrevista ao lado da empresa que operou a instalação da grama.


“Temos uma arena de primeiro mundo,um aparelho que nos serve muito bem, e todos sabem, consta no contrato, que é também uma casa que recebe eventos, shows. De forma recorrente, a gente vem procurando ter sempre um gramado de qualidade, compatível com a estrutura, com a importância e o tamanho da Arena. – disse o presidente do Palmeiras, inicialmente.

Um outro passo que foi revelado pelas duas partes na tarde desta quarta-feira, foi o acerto para a construção do Museu, pois desde 2010 todos os troféus conquistados pelo Palmeiras estão guardados em depósitos ou na Academia de Futebol.
A nova grama estreia no domingo (16), pelo jogo do Campeonato Paulista, onde o Palmeiras enfrentará o Mirassol, às 16h.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s