O importante papel das categorias de base

Investimento e utilização da base oferece vantagens competitivas no futebol

A formação de um atleta de alto rendimento começa desde cedo. Normalmente, os jovens são encaminhados por uma das inúmeras escolinhas de futebol espalhadas no país ou através de indicação de agentes que observam qualquer garoto que demonstre alto potencial em campo. A partir disso, eles são repassados para os clubes profissionais.

O futebol é disputado no maior nível de competição possível e, para ter sucesso lá, não é preciso apenas ter talento. É necessário também treinar muito para conseguir chegar no topo. E esse processo começa na categoria de base, uma verdadeira escola que vai evoluindo pouco a pouco. Lá, o jovem aprende o significado de cooperação e persistência.

Cada vez mais o investimento nas categorias de base no Brasil, está sendo maior em comparação aos anos anteriores. Isso porque a busca pela melhoria técnica, a filosofia de desenvolvimento e a necessidade financeira estão fazendo com que os clubes ofereçam melhores condições para a boa formação desses garotos e que, posteriormente, os mesmos possam ser aproveitados no time profissional.

A importância dessas categorias de base se dá durante todo o seu processo de desenvolvimento, por oportunizar o jovem atleta a exposição em situações que lhe ofereçam possibilidades de notar a sua capacidade e, ao mesmo tempo, a sua superação. Entretanto, por mais que o Brasil tenha investido mais na base, ainda assim é possível constatar alguns problemas.

Quando os clubes não possuem ou precisam de um jogador de determinada posição, geralmente, buscam os famosos “medalhões”, com salários exorbitantes, vindos da Europa ou em fase final de carreira. E onde está o jogador jovem e talentoso que vive à espera de uma oportunidade? Se as categorias de base surgiram com o intuito de formar atletas para o grupo principal, porque não colocá-los em campo?

Em um estudo realizado pela Pluri Consultoria no início deste ano, a utilização da base no futebol nacional nas últimas cinco temporadas (2015-2019), mostra que os jogadores formados por seus clubes atuaram uma média de 19,4% dos minutos jogados pelas 22 equipes analisadas. Ou seja, um indicativo baixo se comparado com o futebol europeu. Não é nenhuma surpresa que o investimento na base fazem dos clubes como Ajax, Barcelona e Real Madrid grandes celeiros de craques.

Na lista abaixo, o Santos aparece em primeiro lugar como o clube que mais oferece oportunidades aos jovens atletas. Em segundo, está o Athletico Paranaense e o Fluminense ocupa a terceira colocação.

Os dez primeiros clubes que mais deram oportunidades aos jogadores da base no profissional (Foto: Reprodução/Pluri Consultoria)

De todos os minutos jogados por jogadores da base no Brasil, 38% foram disputados por defensores, 33% por meias, 19% por atacantes e 9% por goleiros. Atualmente, um dos jogadores que tem tido os holofotes para si é o meia Miguel, do Fluminense. A joia de 16 anos vem se destacando por ser o líder em assistências do Campeonato Carioca com dois passes a gol, além de ser o melhor “garçom” da competição, ajudando os seus companheiros nas finalizações. Agora, o jogador é cogitado até mesmo pelos gigantes europeus.

Miguel é o jogador mais jovem na história do clube a atuar na equipe profissional (Foto: Reprodução/Globo Esporte)

Tendo em vista o que foi citado, fica o aviso de que não adianta os clubes investirem nas categorias de base se estes garotos não forem utilizados na equipe profissional. Vale destacar que é necessário e de extrema importância respeitar os princípios da formação do atleta, os seus aspectos técnicos, táticos e a individualidade de cada um. Para isso, é primordial que o clube possua planejamento e também pessoas capacitadas que possam prestar auxílio durante todo o treinamento e formação desses jovens atletas.

Foto: Reprodução / Santos FC

Um comentário sobre “O importante papel das categorias de base

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s