Mais um caso de racismo no futebol: Mikel, ex-Chelsea, sofre ataques em rede social. Até quando?

O meio-campista Obi Mikel, ex-Chelsea e atual Trabzonspor, da Turquia, foi mais uma vítima do racismo

Após sua equipe vencer o Fenerbahçe por 2 a 1 no último sábado (1), pela liga local, Mikel, de 32 anos, sofreu vários insultos em sua rede social. E quando achamos que não poderia ser pior, os insultos também foram direcionados à esposa e às duas filhas do jogador. Na última segunda (3), seu clube registrou uma queixa criminal contra os agressores.

Mikel publicou um post logo após a vitória contra o Fenerbahçe, e é possível ver comentários de alguns usuários com emojis de bananas e usando palavras pejorativas, em inglês, se referindo à cor do meio-campista. Em seu perfil oficial do Twitter, o Trabzonspor condenou a atitude e soltou uma nota.

O racismo é um abrigo para os desamparados e ignorantes. Condenamos os ataques racistas contra nosso jogador Obi Mikel, após a partida contra o Fenerbahce e chamamos a atenção do público que uma queixa crime foi registrada contra os agressores”, publicou a equipe turca.

Em resposta, o nigeriano também postou em seu Instagram e recebeu o apoio de companheiros e ex-colegas, como o ex-zagueiro John Terry. Mikel, em entrevista ao canal ‘A Spor’ após o jogo, comentou a situação.

Eles devem ser responsabilizados. Não podem ir aos estádios. O que aconteceu não foi correto. Estou muito desapontado, eu, minha esposa, minhas filhas (…) Minhas filhas têm só quatro anos. Por que você ofende minhas filhas? Elas têm só quatro anos. Estou muito triste com isso. É muito perturbador para mim, minha esposa…”, desabafou.

O Fenerbahçe, na terça-feira (4), divulgou um comunicado no qual condena todo o time de discriminação e lembra que o clube sempre respeitou a diversidade. Porém, o texto questiona a ligação feita entre os agressores e o clube, mas ressalta que irá investigar o caso “para afastar qualquer especulação”.

Gostaríamos de informar ao público que estamos extremamente ofendidos por alguns grupos que tentam, sistematicamente, ligar nosso clube às notícias ao público europeu, como se estivesse vinculado ao Fenerbahçe”, diz o comunicado.

E mais um caso de racismo acontece. Infelizmente existem muitos, mas mais um no futebol.

Futebol esse que une pessoas, raças, credos. Que é da adversidade, solidariedade. As pessoas precisam parar agora, e começar a entender o que significa empatia. Se a dor do outro não dói em você, você está vivendo errado!

Foto: Reprodução/Globo Esporte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s