Especial região Centro-Oeste: quatro estádios que você deve conhecer

Arena Pantanal e estádios Mané Garrincha, Pedro Ludovico Teixeira e Serra Dourada são alguns dos gramados mais importantes da região

Por Ágata Luz e Isabella Santos

Sem competições de grande repercussão nacional, o Centro-Oeste brasileiro não é o primeiro a vir na cabeça quando o assunto é futebol. Dentre os times da região, o único a jogar na primeira divisão do Campeonato Brasileiro atualmente é o Goiás, fato que inibe o conhecimento da população sobre o esporte no local. Porém, a área abriga importantes estádios do futebol brasileiro.

Nos gramados, que atendem exigências da Federação Internacional de Futebol (FIFA), já passaram enormes nomes do futebol mundial. Desta forma, o Rainhas do Drible separou quatro estádios que você deve conhecer na região Centro-Oeste.

  • Arena Pantanal
Foto: Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer MT

Substituindo o antigo Estádio José Fragelli, em Cuiabá, no Mato Grosso, a Arena Pantanal foi reinaugurada em 2014, obedecendo as exigências para abrigar a Copa do Mundo do mesmo ano. Considerado um dos melhores estádios pela FIFA, principalmente por adotar conceito sustentável e flexível para multiuso, a Arena Pantanal tem capacidade para 43 mil torcedores.

Além de dois níveis de arquibancadas cobertas e com assentos, o estádio conta com modernos camarotes, área para imprensa, auditório para 200 pessoas e estacionamento com capacidade para 15 mil automóveis.

Em 2014, a Arena recebeu quatro jogos da fase inicial da Copa do Mundo, totalizando cerca de 150 mil espectadores naquela época, sendo aproximadamente 60 mil estrangeiros. Porém, os problemas começaram a surgir após a Copa, de modo com que o estádio foi tachado de “fantasma” em decorrência da dificuldade de preencher as cadeiras e conseguir cobrir gastos de manutenção.

A Arena Pantanal também sofreu com pragas no gramado em 2019, porém, ao livrar-se do problema, foi de grande serventia para a população mato-grossense, tendo, inclusive, uma das melhores médias de público da Série B do Brasileirão e abrigando também o futebol profissional feminino. Em 2020, o estádio vêm sediando jogos do Campeonato Mato-Grossense, com próxima partida marcada para este sábado (8), entre Dom Bosco e Nova Mutum Esporte Clube.

  • Estádio Mané Garrincha
Foto: Divulgação/Site oficial Mané Garrincha

Levando consigo o nome de um dos maiores jogadores brasileiros de todos os tempos, o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, ou apenas Mané Garrincha, foi inaugurado em 1974, no Distrito Federal.

Primeiramente chamado de Estádio Governador Hélio Prates da Silveira (homenagem ao governante do DF na época), recebeu na década de 1980 o nome do anjo das pernas tortas, também como forma de homenagem. Com a reforma de 2010 a 2013 para a Copa do Mundo de 2014, o estádio, que possuía capacidade para 45.200 pessoas, passou a ter capacidade para 72.788, tornando-se o segundo maior estádio do Brasil, atrás do Maracanã (RJ), e um dos maiores da América.

Após a reconstrução, o estádio passou a contar, internamente, com 335 vagas de estacionamento para carros até o terceiro subsolo, além de auditório, posto policial, médico e de saúde, juizado de menores, cinema, centro de convenções e teatro. Na parte externa, estacionamento VIP para 222 vagas, além de 8 mil vagas no estacionamento público. A imprensa tem 2.850 lugares. Ao todo, são 74 camarotes, 1.112 salas VIP, 40 bares, 14 lanchonetes e dois grandes restaurantes internos.

Dentre as maiores partidas disputadas no estádio, é plausível citar as sete partidas pela Copa do Mundo em 2014; O jogo de abertura da Copa das Confederações em 2013; e partidas preliminares de futebol dos jogos da 31ª Olimpíada de Verão Rio 2016. Além disso, o estádio foi palco do último jogo de Neymar no Brasil, em um Santos x Flamengo.

O Mané Garrincha receberá, no próximo dia 16, o jogo entre Flamengo x Athletico-PR, válido pela final da 3ª edição da Supercopa do Brasil, que retorna após 28 anos.

  • Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira
Foto: Divulgação/FIFA

Inaugurado em 1941, o estádio localizado em Goiânia, no estado de Goiás, foi o primeiro campo esportivo oficial da região. Remodelado em 2016, o local abriga importantes jogos de futebol, além de práticas de atletismo. O nome Pedro Ludovico Teixeira é em homenagem ao fundador da cidade.

Com instalações modernas, o Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira está dentro do padrão FIFA e possui capacidade para 13.500 torcedores, segundo a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer de Goiás.

O estádio sediou o título da Série B do Atlético Goianiense, em 2016, e foi escolhido para sediar a Copa do Mundo FIFA sub-17, em 2019. Atualmente, recebe partidas válidas pelo Campeonato Goiano.

Curiosidade: No acidente radiológico césio-137 de Goiânia, em 1987, o estádio foi usado como abrigo para as pessoas contaminadas que tiveram casas demolidas e objetos confiscados. Porém, de acordo com autoridades goianas, o estádio não oferece perigo quanto à radioatividade.

  • Estádio Serra Dourada
Foto: Divulgação/Site oficial Serra Dourada

Inaugurado em 1975, o Estádio Serra Dourada está localizado em Goiânia-GO. Com capacidade para 50.049 pessoas, o estádio recebe as partidas dos principais times da cidade: Goiás, Atlético, Vila Nova e Goiânia. Além disso, o estádio recebe outros eventos em geral, como shows musicais – em maio de 2013, recebeu o Beatle Paul MacCartney, que se apresentou para mais de 40.000 pessoas.

É o 21º maior estádio do Brasil e possui um amplo estacionamento para carros, com uma capacidade estimada de 10 mil vagas.

O Serra Dourada foi vistoriado e medido pela CBF e pela Conmebol para sediar os jogos do Grupo B da Copa América de 1989, composto por Argentina, Uruguai, Chile, Equador e Bolívia. Além disso, foi palco dos amistosos do Brasil contra Holanda, em 2011, e Panamá, em 2014.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s