Tu és forte, tu és grande, mas até quando, Tricolor?

O São Paulo vive uma má fase há bastante tempo, e acredite, em 2019 o tricolor paulista tem o pior ataque da temporada da Série A do Campeonato Brasileiro, com  49 gols em 54 jogos, sendo ainda inferior aos gols de Gabigol e Bruno Henrique, ambos do Flamengo. O aproveitamento ruim fez o time ter o pior ataque da história após 50 jogos.

O que chama atenção é que ainda com a má fase, o São Paulo se contrapõem diante do grande número de torcedores que tem recebido em seus jogos, tendo ainda o quarto melhor público do Brasileirão com uma média de 31.208 pessoas por partida. 

O São Paulo registrou queda como mandante nos últimos quatro jogos, principalmente pela oscilação da equipe no campeonato, que fez com que após o clássico contra o Corinthians o número despencasse de 37 mil para 13 mil torcedores no estádio.

O jogador mais cobiçado pelo São Paulo na temporada, Daniel Alves, fez uma declaração recentemente sobre a má fase: 

Foto: João Vitor Rezende Borba/AGIF

“Vou cometer erros, mas não vou desistir do meu objetivo aqui dentro desse clube. Sei das dificuldades que existem dentro do clube. Não sou o salvador da pátria, mas sou alguém que vai ajudar para que a pátria seja um pouquinho melhor. Dentro dessa leitura, temos de seguir fortes mentalmente. A gente sabe que o clube atravessa um momento que não é dos melhores da sua história. É normal que as pessoas, principalmente os torcedores, exijam, porque eles têm o mesmo sentimento que a gente, de querer uma estabilidade para o clube. E é com essa intenção que venho aqui, descanso muito porque quero dar o melhor aqui. Não podemos desistir da nossa missão”, afirmou o lateral.

A má fase ainda leva o São Paulo a quinta colocação, com 11% de chances de se classificar para a Libertadores de forma direta, no G-4, segundo o site “Info Bola”. Caso o Flamengo ganhe a final da Libertadores contra o River, o quinto lugar também entra na fase de grupos, mas digamos que pelo atual futebol apresentado pelo clube, o tricolor não merece essa vaga. Entretanto, a não classificação, seja direta ou para a fase prévia, é vista como inadmissível nos bastidores do clube.

O Tricolor investiu nas contratações de Tchê Tchê, Alexandre Pato, Pablo, Daniel Alves, Raniel e Hernanes projetando que o time chegasse entre os quatro e classificasse para a Libertadores, mas é justamente entre os maiores investimentos que estão aqueles que não vêm dando resultado dentro de campo.

O alerta já está ligado e agora vai depender de uma mudança por completo no espírito do elenco para que a situação seja revertida. E, caso o tricolor não faça dez gols nos últimos seis jogos da temporada, terá a pior média de gols em toda sua história, sendo a última delas em 1973, de acordo com o historiador são-paulino Alexandre Giesbrecht, que comentou que o clube terminou aquele ano com uma média de um gol por jogo.

Os resultados não estão favoráveis para o tricolor, mas o time tem a oportunidade de melhorar suas marcas diante do Santos, na Vila Belmiro, no próximo sábado, às 17h. 

Foto: Paulo Pinto/Saopaulofc.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s