Final Majestosa: Corinthians e São Paulo disputam a terceira final do ano

O São Paulo recebe em casa o Corinthians pela primeira partida da final do Campeonato Paulista Feminino. O jogo que será disputado no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, mais conhecido como Morumbi, que volta a receber uma final feminina após 20 anos, sendo o último título do tricolor em casa no ano de 1999 contra a equipe da Portuguesa. Mas o que será que devemos esperar para esta final?

Comandadas por Lucas Piccinato, o tricolor paulista desde seu retorno ao futebol feminino profissional, disputou até agora três competições previstas no calendário e chegou em todas as finais, sendo elas: Brasileirão A2, Copa Paulista e Campeonato Paulista. Curiosamente o adversário da final, o Corinthians, tem o mesmo histórico de finais neste ano, sendo: Brasileirão A1, Libertadores e agora o Campeonato Paulista. O fato de ambos os times terem a mesma quantidade de finais ao longo do ano, faz com que tanto o jogo de ida como de volta, projete um clássico disputadíssimo. 

Por parte do São Paulo, o técnico Lucas sofre um pouco com alguns desfalques na partida, isso porque, a camisa 10, Ary Borges, rompeu os ligamentos do cotovelo na final da Copa Paulista contra o Palmeiras no último sábado, e as atletas Ottilia, Jaja e Driely também estão em tratamento. Há ainda algumas jogadoras que são dúvidas para a partida.

Do lado do Corinthians, o que pode afetar um pouco é o desgaste após o jogo na segunda-feira, e principalmente retorno que foi na última terça-feira a noite, com isso o treinamento visando o jogo no sábado foi somente na quarta-feira. 

O clássico paulista vai ganhar alguns olhares no próximo sábado, isso porque a final vai contar com a transmissão do Sportv, Rede Vida, TV Cultura e também pelos streamings da FPFtv, mas historicamente elas já vem atraindo muitos torcedores.

No São Paulo, por exemplo, a trajetória com o futebol feminino é antiga. Algumas jogadoras como: Formiga, Sissi, Juliana Cabral e Kátia Cilene fizeram parte do elenco tricolor, mas muito pelo fato do preconceito, o esporte acabou não se firmando na época, focando posteriormente na parceria com o Centro Olímpico e vem conquistando muitos olhares desde então.

Com o Corinthians, o ingresso para o futebol feminino foi mais tardia, sendo inicialmente uma parceria com o Grêmio Osasco Audax, que por duas temporadas fez com que as meninas atuassem pelos dois clubes, mas foi no começo de 2018 que a separação dos clubes ocorreu, e então o Corinthians tornou-se um só. 

Com um elenco cheio de craques e carisma, São Paulo e Corinthians entram em campo às 11h no sábado (02). O jogo de volta será na Arena Corinthians no dia 16 de novembro, no mesmo horário.

Foto: reprodução/Federação Paulista de Futebol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s