Audiência da Copa do Mundo Feminina surpreende e bate recordes

A Copa do Mundo de futebol feminino quebrou recordes e superou todas as expectativas. Nesta semana, a Fifa publicou um estudo de audiência realizado com base nos resultados das transmissões e os números surpreenderam.

Juntando todas as plataformas, 1.12 bilhão de pessoas acompanharam os jogos, o que marcou um recorde de audiência para a competição. A transmissão pela TV foi onde registrou a maior audiência global, com 993.5 milhões de espectadores assistindo ao menos um minuto da cobertura.

Comparando com a edição de 2015, no Canadá, que foi a última, foi obtido um aumento de 30% na audiência, que anteriormente foi de 764 milhões de pessoas.

Já nas plataformas digitais, 481.5 milhões de torcedores acompanharam as partidas, o que é equivalente a 43% da audiência. O público digital aumentou ainda mais em comparação com a Copa do Mundo de 2015, que foram atingidas 86 milhões de pessoas.

A final disputada entre Estados Unidos e Holanda foi a partida mais assistida da história! A audiência chegou a 82.18 milhões, 56% a mais que a final de 2015, de 52.56 milhões. Além disso, alcançou o total de 263.62 milhões de espectadores únicos, com alcance de um minuto.

As 52 partidas do torneio foram transmitidas em 205 territórios do mundo, e o público médio que acompanhou tudo ao vivo foi de 71.27 milhões de espectadores, marcando mais que o dobro da média da edição anterior (8.39 milhões).

Os números altos se dão, principalmente, por conta do maior interesse das emissoras em distribuir transmissões dos jogos em TV aberta e fechada em diversos países.

De acordo com Gianni Infantino, presidente da Fifa, a Copa do Mundo ultrapassou um evento esportivo, e foi considerada um fenômeno cultural que atraiu mais mídia e atenção do que nunca. E uma junção de fatores ajudou muito a fazer com que o futebol feminino ficasse nos holofotes por um período longo.

Contudo, as melhores notícias acabaram vindo com o término da competição. Além de Infantino prometer mais investimento para a categoria, diversos clubes adotaram medidas mais interessantes para as equipes femininas, além de a própria Confederação Brasileira de Futebol (CBF) dar mais espaço para mulheres no comando da seleção.

Foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s