Náutico empata com Sampaio Corrêa e se consagra campeão da Série C

Esse é o primeiro título nacional da equipe de Recife em 118 anos

O Náutico comemorou nesse domingo, 6, o primeiro título nacional em seus 118 anos de história. Após a vitória por 3 a 1 na primeira partida da final, a equipe de Pernambuco garantiu o título com o empate de 2 a 2 contra o Sampaio Corrêa, no Castelão, em São Luís (MA).

O cronometro era o maior aliado da equipe alvirrubra, mas logo aos 13 minutos do primeiro tempo a equipe do Sampaio abriu o placar com Everton. O Náutico não foi intenso durante a primeira etapa, mas estava segurando o resultado.

No segundo tempo, a equipe do Timbu conseguiu empatar a partida aos 52 minutos com Álvaro. A equipe maranhense respondeu marcando mais um gol aos 83 minutos com Salatiel Júnior, mas o Náutico logo empatou a partida novamente 2 minutos depois, com Matheus Carvalho.

Competição

A Série C funciona da seguinte forma:  de dois grupos de 10 clubes, saem – após partidas de ida e volta – quatro de cada grupo. Esses oito disputam mata-mata rumo ao título brasileiro da Terceira Divisão. Quem passou pelas quartas de final conseguiu o acesso à Série B 2020.

Além do Náutico, as equipes do Sampaio Corrêa, Confiança e Juventude disputarão a Série B de 2020.  Esses times tomarão o lugar na segunda divisão dos quatro piores da competição de 2019.

Trajetória do time campeão

O Náutico estava no grupo A, e dos 18 jogos disputados, venceu 10, empatou 3 e perdeu 5. A equipe dos Timbus passou para a segunda fase da competição com 33 pontos e na liderança da tabela, com 61.3% de aproveitamento.

Nas quartas de final, a equipe pernambucana encarou o Paysandu. O empate de 0 a 0 no primeiro jogo e 2 a 2 no segundo jogo levaram a partida aos pênaltis: 5 a 3 para os Timbus, que se classificava para a próxima fase da competição.

Os alvirrubros enfrentaram a equipe do Juventude na semifinal. Perdendo por 2 a 1 no primeiro jogo, os Timbus conseguiram reverter o resultado em casa, vencendo pelo mesmo resultado da primeira partida, o que levou à disputa das penalidades máximas. O Náutico venceu por 4 a 3 e chegou à final da competição.


Foto: Léo Lemos/Náutico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s