Com camisa e com biquíni, as meninas que encontraram um espaço para jogar futebol

Que as mulheres têm menos espaços e oportunidades para jogar bola, não é novidade. Porém, seis meninas do bairro Bugio, na Zona Norte de Aracaju (SE), se juntaram para começar uma nova história. 

Larissa Nascimento, Jéssica Graça e Chaeny Barros são três amigas da região do Bugio que costumam assistir aos jogos do Flamengo juntas, na frente da televisão. A paixão pelo futebol é tanta que não ficou só na sala de casa. 

Durante uma conversa, elas tiveram a ideia de formar um grupo de meninas para jogar bola na quadra do bairro. No entanto, isso não foi uma tarefa muito fácil. Além do fato de suas conhecidas estudarem ou trabalharem e os horários não baterem, elas não conseguiam um espaço para colocar isso em prática. 

timem editada 1
Foto: Arquivo Pessoal

Jéssica, então, criou um grupo no aplicativo WhatsApp com outras duas amigas, Williane Barbosa e Irla Djanira, as vascaína no meio de rubro-negras. Cada uma adicionou uma integrante, até que chegaram ao número de 11 meninas e começaram a marcar um dia para a bola rolar.

Em Aracaju, cada bairro tem uma quadra para as pessoas jogarem futebol. A procura por locais é grande, a maioria deles são de areia e as meninas não têm muito espaço. E isso, de início, atrapalhou a vontade delas de continuarem em frente.

“Quando é quadra, tem que madrugar para conseguir pegar uma e jogar, porque é cheia de gente querendo. A menina meio que não tem espaço para isso por aqui. Na praia, na orla daqui, tem várias quadras. Aí a gente marcou de ir cedão…”, relatou Jéssica.

Desde julho, o grupo de amigas marcava de jogar, mas só conseguiu para o dia 7 de setembro. Elas saíram do Bugio para Atalaia, orla de Aracaju, às 6h30 daquele sábado e, finalmente, conseguiram jogar em uma das quadras de lá durante toda a manhã.

Apesar de serem 11, apenas seis meninas estiveram presentes no dia do primeiro jogo. Jéssica, Irla e Williane, além de Emmily Marina, Crysnia Castro e Alessandra Silva. Elas jogaram junto com mais quatro meninos para fazerem os times e se divertirem.

time editada 2
Foto: Arquivo Pessoal

Depois desse dia, a ideia que começou a partir da vontade dessas amigas de jogarem futebol cresceu. Quando elas chegaram em casa, surpreenderam-se: “Apareceu um montão de meninas querendo ir, e agora o grupo tem 18 garotas. A gente estabeleceu uma data para jogar, que é todo o primeiro sábado do mês para rolar o baba da gente na praia”, relatou Jéssica, empolgada.

Ela também contou que esse primeiro jogo foi só um experimento, e dividiram os times das meninas com camisa e o outro de biquíni. Nos próximos, já levarão coletes para fazer a diferenciação.

Essa foi a história de um grupo de amigas de Aracaju com o desejo de jogar bolar. Entretanto, quantas outras meninas pelo Brasil e pelo mundo possuem a mesma vontade, e não conseguem encontrar com outras perto de casa, muito menos um lugar para jogar? 

Se você leu até aqui e sentiu uma pontinha de vontade de fazer a mesma coisa, vá em frente! Faça como elas, convoca suas amigas nas suas redes sociais e grupos, depois conta para o Rainhas do Drible como foi. 

2 comentários sobre “Com camisa e com biquíni, as meninas que encontraram um espaço para jogar futebol

  1. Parabéns pela iniciativa das meninas. Ainda é difícil ter local para jogar sem ouvir gracinhas. Espero que consigam mais visualização e aumentem o grupo.

    Curtir

Deixe uma resposta para Flavia Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s