Coritiba mostra que é possível baratear os ingressos, e traz o torcedor novamente ao estádio

Quando falamos de futebol, nos vem logo à mente estádio cheio, emoções a mil e gols. Afinal, a maioria dos brasileiros amam esse esporte. Mas por que os ingressos, a cada dia que passa, estão mais caros?

Em alguns jogos, o vazio nas arquibancadas tem sido uma resposta do público ao aumento do valor das entradas, que vem doendo no bolso dos brasileiros. Levando em conta a renda média da população, é no Brasil que se paga o ingresso mais caro no mundo do futebol, segundo estudo da Pluri Consultoria.

A pesquisa compara o preço dos ingressos em 16 países, junto com a renda de suas respectivas populações. Aqui, onde uma entrada vale, em média, R$ 38, comprar um ingresso por semana custa R$ 152 em um mês. Isso equivale a 7,4% da renda média mensal do brasileiro, que é de R$ 2.042,47. Na Inglaterra, onde a média dos bilhetes é de R$ 84,21, ir com a mesma frequência consome 5,3% da renda.

Em defesa, os clubes alegam que para eles também não é viável cobrar mais barato. Lembram que os custos de uma partida – entre eles aluguel de estádio e taxas das federações – tornam os lucros mínimos. E ainda reclamam do excesso de gratuidades e meias-entradas, garantidas por lei. A ironia é que, por causa dos altos preços, os torcedores recorrem cada vez mais ao desconto de 50%.

Mas, em contrapartida, quem vem chamando a atenção com promoções para a compra de ingressos é o Coritiba. Iniciadas antes da parada para a Copa América, o clube conseguiu o aumento da presença de torcedores no Couto Pereira, o que coloca o Coxa à frente de 16 clubes da elite do futebol brasileiro.

Essas promoções têm sido um sucesso, e trazem grande retorno tanto financeiro quanto em campo. O Coritiba lidera a média de público na competição com sobras: 28.608 pagantes por jogo, mais que o dobro da média do segundo colocado, Sport, com 10.865 por partida.

Além disso, o alviverde é o quinto clube a levar mais torcedores como mandante no Brasileirão, somadas as Séries A e B, atrás apenas de Flamengo (46.395 pagantes por jogo), Corinthians (36.257), Palmeiras (32.515) e São Paulo (31.933).

Com a redução no valor das entradas, o Coritiba passou a ter o quarto menor ticket médio da Série B: R$ 11. Apenas Ponte Preta (R$ 10), Bragantino (R$ 7) e América-MG (R$ 6) cobram valores mais baratos.

Os ingressos populares começaram no jogo de estreia na Série B, contra a Ponte Preta. Na ocasião, o Coxa definiu bilhetes grátis para quem se cadastrasse no site, como forma de homenagem ao ídolo Dirceu Krüger, que havia falecido dias antes. Com as arquibancadas lotadas, o clube lançou o pacote para as partidas seguintes no Couto Pereira.

O resultado não poderia ter sido melhor. Além do retorno financeiro, pois, ainda que seja uma promoção, traz benefícios do ponto de vista pecuniário, o maior resultado é a presença dos torcedores no estádio, tal qual foi visto nas últimas três partidas. Na perspectiva da contabilidade, o clube já calcula mais de R$ 2 milhões de ganhos diretos e indiretos dentro das ações promocionais, patrocínios e ativações”, declarou o clube, via assessoria de imprensa.

Apesar do preço baixo dos ingressos, além da entrada gratuita contra a Ponte Preta, o alviverde vê como positiva a promoção, já que um estádio cheio atrai patrocinadores e uma rentabilidade indireta, como vendas de camisas e consumos.

Os recordes de públicos estão sendo batidos e a viabilidade da ação está aumentando o número de sócios, com ganhos variados, incluindo de catering e venda de espaços pontuais”, completou o clube.

No jogo contra o Cuiabá, o clube registrou o maior público dos últimos 12 anos do Couto Pereira: 37.220 pagantes (39.252 total) foram assistir ao confronto da quinta rodada da Série B. Com ingressos promocionais de R$ 5 a R$ 30, a renda foi de R$ 424.519,00.

E esta estratégia já refletiu em patrocínio. O grupo Madero foi o primeiro a estampar a camisa alviverde. Além do jogo de estreia, em que marcou a saudosa despedida de Dirceu Krüger, a rede alimentícia renovou o patrocínio para mais seis partidas.

Para manter tanto os números quanto os lucros e ainda ter o apoio nas arquibancadas, o clube continua apostando em novas promoções. Contra o Figueirense, o Coritiba anunciou uma promoção de ingressos exclusiva para o Dia dos Pais. Por R$ 10, o torcedor tinha direito a dois ingressos para levar o pai, o filho ou quem quisesse para assistir à partida contra os catarinenses nos setores Arquibancada ou Mauá.

E logo, outra promoção contra o Brasil de Pelotas (13) e Vitória (27), no Couto Pereira. Desta vez, o acesso a essas duas partidas custa R$ 20 nos setores Arquibancada ou Mauá. Para os setores Social e Pro Tork, o ingresso promocional custou R$50 (os dois jogos).

Outro sinal de que as promoções têm surtido efeito é que o Coritiba respira cada vez mais o topo da tabela – e, quem sabe, chegue ao sonhado acesso à Série A.

Além de assumir a vice-liderança da Série B, o Coxa chegou a sete jogos de invencibilidade na competição, com cinco vitórias e dois empates. Isso nos mostra o quanto o fator torcedor é importante em um jogo de futebol.

O Brasil é o país do futebol, e o futebol é do povão. O Coritiba é um bom exemplo de que é possível baratear os ingressos e tornar tudo muito mais acessível.

O povo brasileiro já sofre demais com injustiças sociais, e não é justo colocar o preço nas alturas para quem não pode ter acesso, que são as pessoas que realmente amam o esporte.

Foto: Voz do Coxa

Um comentário sobre “Coritiba mostra que é possível baratear os ingressos, e traz o torcedor novamente ao estádio

  1. Matéria muito bem colocada! Porém essa forma de agir é de pouquíssimo tempo! Sou Paranista (louco né, porém feliz), mas em 2017 ano do acesso era 20 reais o ingresso e 10 com o nosso manto! Ano seguinte voltou a facada/realidade!
    Divisões de cotas absurdas geram esse desequilíbrio!
    Infelizmente, ingresso quase de graça enfraquece os clubes, vide Santa Cruz!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s