Aqui marcamos gol dentro e fora de campo!

O Esporte Clube Bahia já é um time conhecido por se posicionar e possuir um núcleo de ações afirmativas destinado a abraçar causas sociais além dos gramados. Conhecido como “Time do Povo”, o clube faz jus a esse apelido. Só no ano de 2019, já realizou campanhas contra a ditadura, homenageou personalidades negras, protestou contra a intolerância religiosa e levantou a bandeira LGBTQI+.

Agora é a vez de homenagear os povos indígenas. Na semana do Dia do Índio, 19 de Abril, o tricolor baiano iniciou a campanha “não tem jogo sem demarcação”, na qual se posiciona a favor da urgência de reconhecimento das terras indígenas. Elaboraram um vídeo que conta com a participação de 12 representantes pataxós, divulgando a hashtag #DemarcaçãoJá e exibe uma mensagem em apoio à reivindicação dos índios: “Nossa partida é a nossa luta. Nossas vidas estão em disputa. É preciso cumprir a regra. Sem demarcação, não tem jogo”.

O clube levará o protesto para o campo, e as camisas dos jogadores estarão estampadas com nomes de indígenas nos jogos contra Londrina, pela Copa do Brasil, e Bahia de Feira, pela final do Campeonato Baiano.

É importante lembrar que a Bahia é o estado com a maior população indígena do Nordeste, e infelizmente, tem sido palco de violentos conflitos por terras nos últimos anos, além de sofrer com a lentidão dos processos de demarcação. Nada mais justo do que o time que leva o nome do estado, e arrasta multidões fiéis consigo, apoiar e lutar por essa causa.

Na verdade, é mais disso que falta no futebol. Sempre ressalvo aqui que é o esporte que mais une paixões no mundo inteiro, por que não aproveitar desses holofotes e desse amor para o bem também? Lembrem-se: nunca é só futebol!

Parabéns ao Bahia, sempre marcando um golaço dentro e fora de campo!

Foto: Reprodução/El País