Para sempre Henzel

O jornalista que deu voz ao renascimento da Chape, narrou o recomeço de uma nova história do Verdão. Rafael Henzel foi parte da memória de Chapecó, ao lado de Alan Ruschel, Jackson Follmann e Neto, sobreviventes da tragédia aérea da Chapecoense.

No documentário de Luis Ara, “Para Sempre Chape”, Henzel diz em um de seus depoimentos: “O legado é esse, de nunca desistir”. Ele foi a voz da esperança do clube, transmitindo em suas narrações a paixão pelo futebol, a paixão que o movia e a força de continuar, apesar das grandes perdas, que deixou de luto, não só Chapecó, não só os amantes de futebol, mas o mundo inteiro.

Rafael Henzel iniciou carreira como radialista aos quinze anos da Rádio Oeste Capital FM, em Chapecó, SC. Atuou também em várias rádios e emissoras de TV da cidade.

Em 28 de novembro de 2016, embarcou no voo LaMia 2933, a serviço à Associação Chapecoense de Futebol, com destino à Colômbia, onde o clube disputaria o jogo de ida da final da Sul-Americana contra o Atlético Nacional. Poucas horas depois, a aeronave caiu, matando 71 pessoas de 77 que estavam à bordo, entre atletas, jornalistas, diretoria do clube e equipe técnica. Rafael Henzel foi o único jornalista sobrevivente da tragédia.

Após sua recuperação, ele voltou a atuar na profissão, inclusive, narrou o emocionante jogo de estreia da Chapecoense na Copa Libertadores de 2017. Foi convidado pela Rede Globo para narrar o amistoso entre Brasil e Colômbia ao lado de Galvão Bueno, também deu palestras e viajou o mundo.

Henzel foi um exemplo de superação, sempre mostrou força, coragem e gratidão. Em seu perfil no Twitter, apresentava duas datas de nascimento, a primeira, 25/08/1973, e a segunda, 29/11/2016. O jornalista também escreveu o livro “Viva como se estivesse de partida: um relato otimista e emocionante do jornalista que sobreviveu à tragédia da Chapecoense”.

Rafael Henzel faleceu de infarto fulminante, enquanto fazia o que tanto gostava: jogar futebol. Chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Dentro das quatro linhas, se despediu.

Foto: Vale Alternativo