Nosso Top 10 chegou ao fim!

Os dois melhores goleiros eleitos pela equipe do Rainhas mostram que qualidade é algo que, para eles, não falta.

Número 2: Manuel Peter Neuer nasceu no dia 27 de março de 1986, na cidade de Gelsenkirchen, Alemanha Ocidental.

O alemão de 1,93 metros é destro e iniciou sua história no futebol nas categorias de base do Schalke, onde permaneceu por 10 anos. Seu primeiro contrato profissional aconteceu aos 19 anos, na sua equipe da infância. Aos poucos, Neuer foi ganhando espaço no time e se tornou titular.

Em 2011, sua transferência para o Bayern de Munique veio após muitas especulações. Chegou ao clube com o contrato de 5 anos que, mais tarde, foi estendido até o ano de 2021.

Na Seleção Alemã, Neuer passou por todas as categorias desde o sub-18, e teve sua estreia na equipe principal em 2009. O arqueiro participou de duas Copas do Mundo, sendo uma delas no Brasil, onde consagrou-se, junto à equipe, que conquistou seu tetracampeonato.

Entre os inúmeros prêmios recebidos durante sua carreira estão:

Melhor goleiro da Bundesliga: 2007;

FIFPro World XI: 2013, 2014, 2015, 2016;
Time do Ano da UEFA: 2013, 2014, 2015;
Melhor goleiro do Mundo: 2013, 2014, 2015, 2016;
Onze D’Or da Copa do Mundo FIFA de 2014;
Melhor goleiro (Luva de Ouro FIFA) da Copa do Mundo de 2014.

Não é à toa que é considerado um dos melhores goleiros da história.

Número 1: Gianluigi Buffon nasceu no dia 27 de janeiro de 1978, na cidade de Carrara, Itália. Ídolo da torcida da Juventus, sua maior virtude fora dos campos é o carisma. O goleiro destro de 1,92 metros é querido por todos os jogadores, inclusive os adversários.

Buffon iniciou sua carreira com apenas 13 anos de idade, no Parma. Permaneceu na equipe por 10 anos, onde participou de 200 partidas pelo time principal e conquistou a Taça UEFA. Com uma transferência com valores históricos, o arqueiro foi contratado pela Juventus, clube no qual Buffon escreveu com glórias a maior parte da sua carreira.

Com inúmeros títulos ao lado da equipe, não foi por pouca coisa que ele se tornou ídolo da Juve. Um dos momentos mais marcantes da sua passagem por lá foi em 11 de agosto de 2012, data que Buffon levantou seu primeiro troféu como o novo capitão do time. Após 17 anos guardando as redes da equipe, no dia 6 de julho de 2018, o goleiro assinou por uma temporada com o Paris Saint-Germain.

Sua passagem pela Seleção Italiana também foi de glória. Participando de cinco Copas do Mundo, Buffon foi campeão do Mundial da Fifa em 2006. Acreditem ou não, durante a competição ele sofreu apenas 2 gols, sendo eleito o melhor goleiro.

Entre os principais prêmios recebidos por ele, estão:

FIFA 100;
Oscar del Calcio: 1999, 2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2008, 2012;
Melhor Jogador de Clubes da UEFA: 2002–03;
Melhor Goleiro de Clubes da UEFA: 2002–03, 2016–17;
Seleção da Copa do Mundo FIFA de 2006 e 2010;

Time do Ano da UEFA: 2003, 2004, 2006, 2016;

FIFPro World XI: 2006, 2007, 2017;
Melhor goleiro do Mundo: 2017;
Melhor goleiro do Mundo pela IFFHS: 2003, 2004, 2006, 2007;
Segundo melhor goleiro do Mundo pela IFFHS: 2008, 2009, 2012, 2013;
Equipe da Eurocopa: 2008, 2012;
Melhor equipe da UEFA Champions League: 2014–15, 2016–17;
Seleção de todos os tempos da Eurocopa;
Prêmio Golden Foot: 2016.

Teríamos goleiro melhor para ocupar o topo do nosso Top 10?

Foto: Reprodução/Janayna Carvalho