No El Clasico, brasileiros fazem a diferença

Hoje, dia 06, foi dia de um dos maiores clássicos do mundo: o El Clasico, Barcelona x Real Madrid, primeiro jogo da semifinal da Copa do Rei, que terá a vaga decidida em duas etapas. O jogo de ida aconteceu no Camp Nou e terminou empatado, com dois tempos bem diferentes entre as equipes e brasileiros fazendo a diferença.

El Clasico é sempre um espetáculo à parte e muito esperado não só por seus torcedores, mas por quem gosta de futebol! E hoje não foi diferente, apesar de ter sido bem equilibrado.

Primeiro tempo os merengues dominaram a partida! Com Messi no banco e com Vinicius Junior jogando como se estivesse jogando no quintal de casa, o Real Madrid pressionava e mantinha suas linhas defensivas muito bem posicionadas, sem deixar o Barcelona jogar. Aos 6 minutos de jogo, Vinicius Jr arma jogada pelo lado esquerdo, inverte com Benzema, que passa para Lucas Vasquez que só empurrou para o gol! Do lado Culé, Coutinho sumido no jogo, Alba muito recuado, e a bola quase sem chegar ao Suárez. Malcom foi o jogador do Barcelona que mais tentou as jogadas, mas sem muita efetividade, até por falta de ter alguém na triangulação ou movimentação ofensiva.

Segundo tempo o Barcelona veio com outra postura de jogo, mais ofensiva e organizada, explorando o lado esquerdo, com Alba mais adiantado e o time tentando pressionar, avançando as linhas. Alba, que a meu ver é peça fundamental no time, começou a abrir mais o jogo e trazer Suárez e Coutinho para partida – dois que estavam com muita dificuldade no primeiro tempo, além de inverter com Malcom, que vinha muito bem na direita. E a jogada do gol de empate dos Culés começou justamente pela esquerda: aos 12 minutos do segundo tempo, Suárez chutou na trave (esquerda), e a bola sobra para o Malcom (na direita), que chuta colocado, marcando um lindo gol, encontrando espaço onde quase não tinha – eram 3 jogadores merengues na linha da bola do chute.

Logo em seguida, entraram Vidal e Messi, que foram fundamentais para manter o jogo empatado. Sem falar no Arthur, gigante em campo, tanto na transição de jogo quanto na parte defensiva do Barcelona, sendo um dos destaques do jogo.

Muitas tentativas no resto do jogo, de ambos os lados, mas muito mais do lado Blaugrana. Mesmo assim, as equipes não conseguiram ser efetivas e a partida terminou empatada.

Neste clássico espanhol, muitos brasileiros em campo! Sylvinho, auxiliar do Tite, estava presente no estádio para acompanhá-los. Vinicius Junior, um dos que fizeram a diferença pelo lado merengue, mesmo saindo no segundo tempo, foi um dos que mais criou na primeira etapa. E é ele um dos jogadores brasileiros que teriam maior atenção do auxiliar. Mas além dele tivemos Malcom, que além de ser o jogador Culé que mais se movimentou e criou jogadas no Barcelona, foi quem marcou o gol de empate. Sem falar em Arthur, Coutinho, Marcelo e Casemiro.

Foto: Getty Images

O jogo da volta da semifinal da Copa do Rei será final de fevereiro, dia 27, em Madrid.