Debaixo de um temporal, Paysandu estreia no Parazão com goleada em cima do São Francisco

Na noite da última quarta-feira (23), diante de um público de 10.692 torcedores a estreia do Paysandu começou debaixo de um temporal que começou a cair minutos antes da partida. Após um pequeno susto, logo no início do jogo, com uma cabeçada o pequeno Tavinho abriu o placar para a equipe do São Francisco, no Estádio da Curuzu.

Depois disso só deu Paysandu. Cinco minutos depois o time bicolor já havia virado o placar para alívio dos torcedores presentes no estádio. Com gols de Bruno Oliveira, Paulo Rangel e dois gols de Alan Calbergue.

A estreia no Parazão foi, literalmente, o primeiro jogo da equipe na temporada deste ano. Sem nenhum jogo amistoso durante a pré temporada, a equipe que seria escalada pelo técnico João Brigatti era uma incógnita até poucos minutos antes da bola rolar.

Com este placar o time bicolor assume a vice-liderança do grupo A2, ficando atrás apenas do Paragominas, que já fez os dois jogos e soma seis pontos. Já a situação do São Francisco não é das melhores: depois da goleada sofrida, o time de Santarém é o lanterna do grupo A1. Após a partida o técnico bicolor disse em entrevista coletiva que se surpreendeu com atuação do time em campo:

“Sim, superou (a expectativa da comissão técnica). Taticamente, sim. Foi uma equipe muito bem coordenada dentro de campo, muito tranquila, mesmo na hora que tomamos algum sufoco do time do São Francisco, que tem qualidade e sabe jogar o campeonato. Saímos do 1 a 0 (de desvantagem), em um campo pesado devido à muita chuva que teve, e a equipe se comportou muito bem. Fizemos o empate e a virada. Só destacar aqui, negativamente, com todo o respeito que merece o São Francisco, alguns atletas deles apelaram (para faltas violentas). Isso não se faz. São profissionais aqui dentro. Mesmo quando se tem um placar adverso, tem que respeitar, é um companheiro seu que está jogando. Mas a equipe se comportou muito bem e não baixou a guarda. Não recuamos, continuamos lá na frente. Surpreendeu por um lado muito positivo, principalmente pela dedicação”, afirmou Brigatti.

Foto: Jorge Luiz/Paysandu

AÇÃO SOCIAL BICOLOR

Antes da partida, alguns torcedores que foram contemplados pelo projeto Paysandu, Alegria do povo, receberam camisas oficiais do clube que foram doadas por diversos torcedores.

Foto: Jorge Luiz/ Paysandu