O respeito que falta em alguns torcedores

Recentemente no Twitter, o jornalista esportivo da ESPN, Mauro Cezar, foi xingado por um palmeirense que não gostou dos comentários que o mesmo fez sobre seu time. Mauro respondeu de maneira que dava a entender que levaria o caso para a justiça. Com isso, fez com que o torcedor apagasse sua própria conta da rede social.

Às vezes não se trata de ser clubista, é apenas nossa opinião. Ninguém é obrigado a concordar, nem tão pouco pensar igual. Mas uma coisa é sim obrigação, nos respeitar! Inúmeros jornalistas esportivos passam por hostilizações através de comentários em suas redes sociais. Digitam sem pensar, se esquecendo que o mesmo tem uma vida por trás das câmeras e cabine de narração. Tem familiares, filhos que leem as coisas e o acompanham.

As pessoas realmente se preocupam em ir até o perfil alheio e denegrir por meio de palavras alguém que em rede nacional não falou bem do seu time. Tem sempre maneiras diferentes de enxergar as coisas. Para você, torcedor, o seu time será sempre o melhor. Mas às vezes existem críticas a serem feitas que o seu amor não o deixa enxergar. E está tudo bem! Agora o que não está bem é xingar um profissional de forma dura como muitos fazem.

Tem um ser humano ali atrás, sabiam? Alguém que estudou e batalhou muito para estar ali. Todos nós estamos a mercê de erros, e é bem verdade que às vezes tem jornalista que dá uma “escorregada” em algumas declarações. Mas até mesmo este, e os que sabemos que “puxam sardinha” para o seu time do coração, merecem ser respeitados. Respeitados como profissionais e seres humanos. Respeitados da maneira com que você gostaria de ser! Ninguém quer abrir suas redes sociais e se deparar com certos tipos de comentários. Conscientizem-se do que andam dizendo por aí, têm casos que viram até processos! Não é tão mais simples aceitar que é o trabalho deles e que nem sempre estará certo ou irá te agradar?

Foto: Reprodução/Twitter