Mercado da bola: como estão os times que farão sua estreia na Série A 2019

Enquanto a temporada de 2019 do Campeonato Brasileiro ainda não começa, as equipes correm contra o tempo para montar um time de peso e brigar pelo título. O que mais vem se falando ultimamente são as contratações de alguns clubes, que vem muitas vezes levantando polêmicas e discussões por serem de porte milionário.

Um pouco longe de tudo isso, o mercado da bola também agita os times que subiram na temporada de 2018, e esse ano irão disputar a temporada 2019 na primeira divisão do futebol brasileiro. São eles Fortaleza, Goiás, Avaí e CSA.

O Fortaleza Esporte Clube, campeão da Série B no ano passado, vem de uma linda trajetória e forte campanha na temporada passada. Após oito anos na terceira divisão, e conseguir o tão sonhado acesso para a segunda divisão, Rogério Ceni, o consagrado ex-goleiro e técnico do time, consegue chamar atenção dos holofotes nacionais e internacionais para o clube cearense e estabelecer uma equipe entrosada e competitiva, que a cada rodada só cresce tanto na competição como também em valorização de elenco. Podemos dizer que foi uma campanha quase perfeita.

Em busca para manter o nível do ano anterior – e porque não aumentá-lo –, Ceni acredita e busca uma equipe de característica mais veloz. Assim, já conta com seguintes reforços: o lateral-esquerdo Carlinhos, ex-América MG; o lateral-direito Diego Ferreira, ex-Athlético Paranaense e emprestado pelo Tombense MG; o volante Paulo Roberto, ex-Corinthians, que em sua apresentação elogiou o método de trabalho de Ceni; o volante uruguaio Santiago Romero, que vem do Nacional (URU), nunca atuou no Brasil e também pode jogar na posição de meia; o atacante Junior Santos, que disputou a Série B pela Ponte Preta; e o goleiro Felipe Alves.

Rogerio Ceni ainda almeja mais três contratações para fechar o elenco de 2019. Em sua primeira coletiva do ano, o treinador disse que o clube precisa de um meia “camisa 10 de ofício”, mas a grande preocupação é na zaga, onde o time conta apenas com dois.

O CSA, vice-campeão da Série B, há três anos disputava a quarta divisão e agora está de volta à elite após 31 anos. Renovado com o técnico Marcelo Cabo, o time já conta com 17 reforços para a temporada: os goleiros João Carlos e Fabricio, vindos do CRB e Boa Esporte, respectivamente; o lateral-esquerdo Pedro Rosa, ex-Sertãozinho (SP), e os laterais-direitos Regis e Joazi, vindos do São Paulo e Náutico. Na zaga Gerson ex-Lechia Gdansk (Polônia), Luciano Castán que vem do Al-Khor (Catar); os volantes Mauro Silva, que vem do Bonsucesso (RJ), Amaral ex-Boa Esporte, Jhonnatan, que vem do Náutico. Os meias Matheus Sávio, por empréstimo do Flamengo, Lucca Motta, ex-Botafogo; os atacantes Patrick Fabiano, que vem do Al-Salmiya (Kuwait), Hiago ex-Kalmar FF (Suécia), Lohan vem do Friburguense (RJ), Thiaguinho vem da Ponte Preta e Ramon que vem da base do Fluminense e no início de 2018 esteve perto de ir para o Real Madrid.

O time catarinense Avaí terminou em 3º lugar e busca reforços para a temporada de 2019. Mantendo o técnico Geninho, o time já se despediu de alguns nomes do elenco, renovou com alguns e recebeu dois novos reforços, são eles o meia Gegê, ex-Botafogo e o goleiro Lucas Frigeri, ex-CSA. O interesse do clube em Dagoberto, atacante do Londrina, e na renovação com seu artilheiro Renato, é uma verdadeira novela.

Enquanto isso, o Goiás, 4º colocado no ano passado, já começa com um novo treinador. O técnico que levou o time esmeraldino de volta à elite do brasileiro, Ney Franco, deixou o clube nas mãos do ex-Flamengo Mauricio Barbieri, que conta como auxiliar Felipe Lucena, ex-treinador do Botafogo sub-20, e 11 reforços para a temporada desse ano.

Os nomes são: atacantes Junior Brandão, que vem por empréstimo do time búlgaro Ludogorets; o emprestado pelo Internacional, Brenner, que defendeu o Botafogo no passado; volante Geovane, ex-Vila Nova; meia-atacante Marcinho, que foi campeão da Sul-Americana pelo Athlético Paranaense em 2018; meias Renatinho, ex-Botafogo, e Marlone que chega por empréstimo do Corinthians; lateral-esquerdo Nilson Loyola, vem do Melgar, do Peru, e esteve na Copa do Mundo da Rússia; lateral-direito Kevin, vem do Guarani e foi indicado pelo próprio Barbieri; zagueiros Yago, ex-Corinthians, e Rafael Vaz, que atuou pelo Universidad de Chile por empréstimo do Flamengo, sendo eleito o melhor zagueiro do Campeonato Chileno e o goleiro Sidão, ex-São Paulo.

Foto: Reprodução