PSG serve croissant de Neymar e Liverpool sofre má digestão

Infelizmente o Brasileirão está chegando ao fim e para sanar nossa necessidade de um bom e competitivo futebol, nos agarramos à Champions League com toda nossa devoção. Torcemos pelos Europeus mais abrasileirados possíveis nessa competição tão cheia de altos e baixos, emoções e reviravoltas. O que sentir quando aquele hino memorável da Champions toca? O que dizer das nossas terças e quartas à tarde que assistimos ao belo futebol europeu e toda sua mágica e maestria?

Na última quarta-feira (28), tivemos um confronto emocionante na fase de grupos desta temporada da competição, entre Liverpool e Paris Saint-Germain. O Parc des Princes pôde vibrar com a vitória do clube francês, que estava lutando para conquistar sua permanência no campeonato. O Liverpool era o favorito do grupo pela sua trajetória na última temporada da Champions, entretanto os Reds tropeçaram em frente ao Estrela Vermelha e complicaram sua vida no grupo C de 2018/19.

Uma belíssima partida do time parisiense, que abriu o placar com o lateral-esquerdo espanhol, Juan Bernat, contratado nesta temporada pelo PSG. O ex-Bayern de Munique deixou sua contribuição para a vitória francesa aos 13 minutos do primeiro tempo, que aproveitando-se de uma falha da defesa inglesa, balançou as redes de Alisson e trouxe o Paris de volta ao campeonato.

Sem contar com ele, o craque brasileiro, Neymar mostrou que realmente é um camisa 10, chegou a 31 gols em todas as suas participações na Champions League e se tornou o maior goleador brasileiro da história do torneio, superando Kaká, que tem 30. Rivaldo é o terceiro, com 27. Foi dele o contragolpe que resultou em seu próprio gol. O brasileiro disparou em arrancada, acionou Mbappé, que cruzou rasteiro para Cavanni, com Alisson defendendo o chute do uruguaio, porém deixando rebote para o cirúrgico Neymar.

Claro que os reds não vieram a passeio e por um erro de Di Maria, que desnecessariamente derrubou Sadio Mané dentro da área, os ingleses descolaram um pênalti ainda no primeiro tempo, para tentar lutar pelo empate e quiçá uma vitória. Aos 45 minutos +1′ o James Milner converte para o Liverpool. No segundo tempo, buscaram o empate, colocaram pressão no time francês, e chegaram muitas vezes a levar perigo ao gol de Buffon, mas encontraram uma dupla importada na noite do dia 28, Thiago Silva e Marquinhos, que conseguiram administrar bem a defesa francesa e fizeram uma belíssima partida.

Com a derrota para o PSG, a equipe inglesa sofre sua terceira derrota fora de casa e fica em uma situação complicada na competição. Enfrenta o líder Napoli, no Anfield, na próxima rodada, precisando necessariamente ganhar de 1 a 0 ou, se levar gol, ganhar com dois gols de diferença para se manter na competição. Já a equipe francesa enfrenta o Estrela Vermelha em Belgrado, precisando ganhar ou empatar e torcer para que o ingleses não levem a melhor contra os italianos.

Nós ficamos por aqui, vibrando e nos empolgando com a grandeza e o espetáculo que o futebol europeu nos mostra ano após ano, esse é só o começo da competição mais disputada do continente.

Quem vocês acham que se classificaram do grupo C para a fase mata-mata? Façam suas apostas!

Foto: O Globo