Libertadores da América X Champions League

Se você tivesse que escolher apenas um desses dois campeonatos para assistir para o resto da sua vida, qual seria?

Sabemos que os dois campeonatos são incríveis, disputados – River x Boca que o digam –, e aguardados por todos os fãs do futebol. E se a gente parar pra pensar, fica difícil escolher apenas um pra acompanhar. Afinal, na Libertadores podemos ver nosso time do coração querendo conquistar o título de maior da América. Mas na Champions, temos o futebol mais “bonito de se ver”, podemos dizer assim. Fora que muitos brasileiros também torcem para algum time da Europa.

La Bombonera ou Santiago Bernabeu? Estádio Monumental de Núñes ou Estádio Old Trafford? Não dá para comparar estes dois campeonatos, não se pode dizer qual o melhor no quesito emoção e vibração da torcida, amor pelo clube ou fanatismo pelas cores da bandeira. Quesito financeiro é algo a se diferenciar, sabemos sim do poder aquisitivo de uma Champions League. Mas perdão, como amante de um futebol Sul-Americano, não sou a favor de mexer no nosso jeito de fazer futebol apenas para seguir estereótipos do futebol europeu.

Final única e com estádio pré-definido? Não, não é assim. Pena que, a partir de 2019, a final da Libertadores da América será em campo neutro. Em partida única. A edição de 2018 será a última no formato que temos. Boca Juniors x River Plate já fizeram uma das partidas da final na tão temida La Bombonera. O placar ficou em 2 a 2 e será decidido na casa do River.

Quem assistiu, viu 90 minutos de dois times querendo vencer. Sem muito toque de bola para trás, sem cera, sem mimimi. Os dois buscaram o gol a todo o momento. Brasileiros ficaram divididos na torcida, aliás. E para não esquecer, La Bombonera estava impecável como sempre, que torcida tem o Boca, hein?! De colocar inveja em qualquer time da Europa sim!

Mas claro, Champions League também é sensacional. Óbvio. Champions League tem os maiores clubes do mundo, os maiores craques, estádios impecáveis e ainda contam com o amor dos torcedores brasileiros – sem falar no hino que todo mundo ama: “The Champioooooooooooons”.

Fato é que existe futebol em todos os lugares. Seja na América ou Europa, o amor do torcedor nunca vai estar escasso. As cores da bandeira sempre estarão fortes, o coração sempre vai pulsar. Quem ganha somos nós, que podemos ver estes dois torneios incríveis. Mas sendo sincera, queria mesmo era que o meu time fosse campeão e eu não ficasse apenas assistindo – hahaha. Mas viva o futebol!