Semifinal Libertadores 2018: o maior clássico do mundo em campo

Libertadores é um campeonato à parte! Uma disputa entre os melhores do continente Sulamericano e ainda recheada de garra, entrega, paixão, superação, catimba, alguns devaneios e claro, a magia das suas torcidas! Esta semana acontecem os dois primeiros jogos da semifinal da Libertadores e desta vez, e pela primeira vez, o maior clássico do mundo está bem representado: teremos um Brasil e Argentina na versão River Plate x Grêmio e Boca Juniors x Palmeiras.

Se Libertadores é sinônimo de identificação de clube e torcida, imagina esta semifinal! Quatro grandes clubes, quatro grande histórias! E este ano, quatro grande treinadores e ídolos de seus clubes! Dois deles já campeões como jogador e treinador, Renato Gaúcho com o Grêmio e Marcelo Gallardo, com o River Plate. Os demais, de um lado Luiz Felipe Scolari, campeão como treinador pelo Grêmio e Palmeiras, e do outro Guillermo Schelotto, campeão como jogador do Boca Juniors.

Palmeiras e Grêmio tiveram as melhores campanhas e por isso o primeiro jogo será fora de casa – os dois jogarão na Argentina. E estamos falando de nada menos que jogos nos famosos Monumental de Núñez e a “La Bombonera”, verdadeiros caldeirões, sabemos! E se num jogo de Liberta, qualquer jogo, tudo é possível e nunca é fácil, imagina nestes estádios! Aliado a isso, River e Boca terão força máxima para os primeiros jogos, com seus titulares em campo. Ou seja, com certeza será um baita duelo, de ambos os lados.

Mas, os brasileiros têm a vantagem de jogar a partida de volta em casa, e são duas grandes casas! As Arenas que também pulsam, que também sabem ser caldeirões. Que possuem duas das torcidas mais apaixonadas do Brasil! Que trazem em seu DNA a força, a garra, a entrega em campo e nas arquibancadas. O Tricolor Gaúcho, atual campeão da América, que conta a mescla importante de jogadores experientes e a velocidade e versatilidade dos mais novos, comandados ao nome maior de sua história, Renato Gaúcho. Palmeiras, com o incansável campeão Scolari, que retornou ao clube para ser o maestro de tantos grandes nomes que ali estão, conduzir a equipe a esta semifinal e ainda, chegar a atual líder do Campeonato Brasileiro.

Seja você tricolor, alviverde ou mesmo argentino, que possamos degustar da força e paixão de um clássico mundial, o maior eu diria, representados pelos seus clubes. Que saibamos aproveitar estes jogos como amantes do futebol e essa atmosfera particular que ainda temos na Libertadores da América. Sim, ainda, porque provavelmente – e infelizmente – muito em breve ela se dissipará.

Mas hoje, o que os Deuses do futebol nos presentearam, é com muita história envolvida! É muito gigante junto. É a mística do peso dessas camisas, de grandes ídolos que já fizeram e marcaram sua história! É o maior desafio, no maior clássico do mundo!

Foto: Torcedores.com