Mulheres sauditas em campo

As mulheres sauditas não podiam assistir jogos de futebol em estádio até o início deste ano, quando o príncipe saudita liberou a entrada delas no estádio, com uma condição, elas só podem ficar em setores familiares.

Assim, como em lugares comuns na Arábia Saudita, por exemplo, em restaurantes, são divididos em dois espaços, o lado individual só para homens solteiros e o lado familiar, para pai, mãe, crianças e mulheres solteiras. Com essa divisão também nos estádios, as mulheres sauditas ganham um pouco mais de espaço quando o assunto é futebol.

No jogo de hoje, entre Brasil e Arábia Saudita, deu para perceber a presença feminina na arquibancada, todos em seus devidos lugares, como de costume, os corpos cobertos, mas o rosto inteiro à mostra e a felicidade estampada no sorriso, como na imagem abaixo. Com muito respeito às regras, nenhum invade o espaço do outro, não se misturam.

O príncipe saudita bin Salman tem dado mais autonomia às mulheres através de algumas medidas que as fazem ganhar mais espaço na sociedade. Antes elas não tinham permissão de dirigir, o que foi liberado em junho de 2018, mais um triunfo feminino.

Para as amantes de futebol, sem dúvidas foi uma conquista tamanha, só quem gosta de futebol sabe a sensação de estar em um estádio acompanhando de perto uma partida, principalmente se for o jogo do time do coração. É como se nos sentíssemos mais próximo do elenco.

Desde 2002, a seleção brasileira não pisa em Ride quando derrotou a Arábia Saudita por 1×0. Para prestigiar a partida, o King Saud University recebeu homens e também mulheres, tudo bem divididos, o que é uma grande evolução. E assim como da última vez, de novo o Brasil venceu os anfitriões em casa, e o placar termina em 2×0 para a seleção brasileira. Naquela época as mulheres não podiam entrar no estádio, e hoje, mesmo com a derrota de sua seleção, elas comemoram a vitória de estar dentro de campo.

foto: Alexandre Lozetti

Um comentário sobre “Mulheres sauditas em campo

Os comentários estão desativados.