Maiores campeãs estaduais da história: Sereias da Vila conquistam Paulistão Feminino 2018

No último sábado (6), o time feminino santista consagrou-se o maior campeão estadual da história, com quatro conquistas (2007, 2010, 2011 e 2018). A equipe tirou a invencibilidade do Corinthians e venceu o clássico de ida da final do Campeonato Paulista de Futebol Feminino por um gol a zero. No segundo jogo, as Sereias empataram com as adversárias por 2 a 2, e levaram o título de campeãs paulistas para casa.

O time das santistas foi ao Parque São Jorge inspirado pelo bom resultado de ida, mas principalmente, pelo apoio de torcedores, que bateram o recorde de público da Vila Belmiro no ano de 2018. Foram 13.867 pessoas presentes no Estádio Urbano Caldeira. Consequência ou não, coincidência ou não, as meninas deram um show de futebol no primeiro jogo. E eu acredito fielmente na primeira opção: consequência.

A torcida faz a diferença sim, e se tornou clichê sempre reafirmar isto, mas devemos dizer. Infelizmente, ainda não é dada a devida mídia ao futebol feminino. E abordar isso se torna repetitivo, mas é importante. É muito importante! É história do futebol. É história de um clube, conhecido pelo time masculino, se tornar o maior campeão feminino de São Paulo. Que amantes de futebol somos nós que não damos o devido valor a cada título?

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

As jogadoras tiveram que comemorar na casa das adversárias, mas comemoraram. Elas deveriam e comemoraram muito. A festa não aconteceu na Vila, mas aconteceu em muitas casas santistas, mesmo que não em todas. E isso é lindo, quase tão lindo quanto a Vila cheia no primeiro jogo, um exemplo de que ainda podemos acreditar.

Na situação de nosso país, foi lindo ver o poder feminino em um cenário tachado como masculino. Eu acredito nesse poder. Acredito como ser humano, acredito como mulher, acredito como jornalista, e acredito como amante do futebol. Acredito por já ter sofrido preconceito por ser mulher e amar futebol, mas continuar amando.

Obrigada, meninas, vocês são f*das! Parabéns! Estamos com vocês. “É a voz feminina dentro das arquibancadas.” Isso não vai acabar, está só começando.

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC