Duelo de gigantes

Foto: Rodrigo Rodrigues/CBF

Inicia-se a reta final da 30º edição da Copa do Brasil, com dois jogos que possuem tudo para serem eletrizantes, será um encontro de gigantes. No primeiro confronto das semifinais, o Flamengo receberá o Corinthians no Maracanã e o Palmeiras irá recepcionar o Cruzeiro no Allianz Parque, ambos os jogos prometem casa cheia.

Fazendo uma análise mais técnica, os números dos confrontos anteriores apontam que até hoje a equipe Rubro Negra e o Timão já se enfrentaram 130 vezes, com 52 vitórias do Corinthians contra 50 do Mengão, além de 28 empates. O Corinthians já balançou as redes 204 vezes e sofreu 201 gols, mas o Flamengo ganhou 23 jogos no Maracanã e perdeu apenas 10.

Flamengo e Corinthians tiveram apenas um confronto pela Copa do Brasil, em 1989, com classificação da equipe Rubro Negra. Na primeira partida, o Flamengo venceu por 2 a 0 com gols do veterano Zico, com 36 anos, e Nando. No jogo de volta, o Corinthians abriu o placar com o a grande figura da época, o Neto, mas Zico empatou. Ainda assim, com dois gols em um intervalo de três minutos, o timão ampliou o placar, faltando um gol para a classificação. Neto marcou novamente aos 39′ do segundo tempo, nesse momento, a fiel já comemorava a classificação para a semifinais. Foi quando aos 42′ Júnior marcou para o Flamengo, dando um banho de água fria na empolgação alvinegra, eliminando o adversário pelo critério de gols marcados fora de casa. No atual momento, as duas equipes sofrem problemas com o ataque. Desde as saídas de seus centroavantes, não conseguiram encontrar substitutos para Guerreiro e Jô.

No outro duelo da noite, a diferença em números mostram a vantagem da Raposa, foram 61 jogos, sendo 24 vitórias enquanto a equipe Palestra tem apenas 18, os confrontos contaram também com 19 empates. O cruzeiro já marcou 84 gols e sofreu 78. Os times já se encontraram três vezes pela Copa do Brasil. O primeiro duelo foi na final de 1996, com a conquista do Cruzeiro. O segundo encontro teve gostinho de revanche, com o primeiro título do verdão, justamente em cima da raposa após 2 anos.

Na terceira vez em 2015, encontro recente, o Palmeiras não deu a menor chance ao adversário pois venceu os dois jogos das oitavas. Na partida de volta, Gabriel Jesus marcou dois gols, calando o Mineirão. Vale lembrar que, o garoto de então 17 anos, driblou Fábio e mostrou o quanto era talentoso. Os dois técnicos são os maiores campeões da Copa do Brasil. Felipão é o dono do maior número de títulos e está em busca do quinto. Conquistou com o Criciúma (1991), Grêmio (1994) e duas vezes com o Palmeiras (1998 e 2012). Mano está em segundo lugar, ao lado de Renato Gaúcho e Levir Culpi, levantando a taça com o Corinthians (2009) e com o Cruzeiro no ano passado. Os jogos de volta serão no dia 26, definindo assim os finalistas do campeonato.