Isco, a estrela merengue da vez?

Francisco Román Alarcón Suárez, famoso Isco do Real Madrid. Menino que gosta de brincar com a bola, feito artista pintando um novo quadro. Tanto pelo Real Madrid quanto pela Seleção Espanhola, mostrou ser um talento mais que especial nas equipes com preciosismo no passe, nas jogadas e na visão de jogo. Provou o que muitos, em alguns momentos, já cobraram tanto.

Nas últimas temporadas, Isco sempre esteve como coadjuvante no time merengue, mesmo que quando entrasse em campo para substituir uma das grandes estrelas do time galático, o fizesse da melhor forma, brindando a todos com seu ótimo futebol, inclusive ajudando em conquistas importantes.

Na temporada 2016/17 ganhou mais destaque no Real Madrid, principalmente após a queda de qualidade de James Rodriguez, e também substituindo Bale. Ainda que muito criticado por parte da torcida merengue, Isco sempre mostrou levar a equipe à frente, num jogo mais veloz e criativo. E assim foi até o final da temporada e nos momentos cruciais.

Final da Champions League daquele ano, contra a Juventus: a vitória mais de um jogo coletivo, mas um jogo de bola que, pode-se dizer, Isco ajudou a comandar e com maestria! Foi uma das verdadeiras forças do Real Madrid, quando mais precisou. E assim foi também na temporada 2017/18, essencial na ligação do meio ao ataque, criação e o jogo à serviço de Benzema, Bale e Cristiano Ronaldo, para que eles pudessem marcar.

Real Madrid questionou muitas vezes sua venda, negociação, empréstimo, mas hoje, principalmente após a saída de Ronaldo, Isco é com certeza uma das principais peças da equipe e mais, pode aflorar ainda mais seu talento e brilhantismo. Dribles desconcertantes, técnica e visão de jogo: este é Isco! Menino que faz malabares com os pés, e que não cansa de provar que é um talento nato e mais uma estrela do futebol espanhol.

Foto: Ángel Rivero