O homem que mudou o rumo do futebol

Por: Ana Luisa Oliveira

Você pode até não saber, mas em seu início, o futebol era um esporte extremamente violento e bagunçado. Não haviam campeonatos organizados, regulamentação e as variações regionais eram confusas. Hoje, apesar de algumas brigas lá e cá, vemos um esporte disciplinado, claro e de fácil entendimento. E isso tudo se deve a um advogado. Sim, um advogado! Em 1863, Ebenezer Cobb Morley, que nasceu no dia 16 de agosto de 1831 e foi homenageado pelo Google em sua data de natividade, definiu as primeiras regras da modalidade mais famosa – e mais jogada – do mundo. O inglês, criado em Hull, além de fã das leis era também entusiasta dos gramados.

Quando se mudou para Londres, em 1862, criou o Barnes Football Club, no qual vestia a braçadeira de capitão. Foi só assim que Morley percebeu algo errado, observando com mais clareza como as partidas chegavam a ser bastante violentas, sugerindo então algumas regras em uma carta escrita a um jornal britânico. Mal sabia o inglês que este simples texto resultaria em um encontro entre membros de diversos clubes de seu país, que foi liderado pelo próprio advogado. Com essa reunião, foi criada a Associação de Futebol da Inglaterra – FA para os ingleses –, o órgão que até hoje rege o esporte britânico. Além disso, foram regidas 13 regras que deveriam ser usadas em todas as partidas realizadas no território.

Em 19 de dezembro de 1863, o novo regulamento passou a ser utilizado, encerrando algumas práticas violentas, como chutar os outros jogadores – isso mesmo que você acabou de ler! O próprio time de Morley foi o primeiro a seguir tais regras, em uma disputa contra o Richmond, que terminou em zero a zero. Falecendo em 1924, Ebenezer Morley deixou um legado muito importante, tornando o esporte que tanto amamos em algo organizado, divertido e saudável.

Foto: Divulgação/BBC News